Resenha número 23.

29 dezembro 2011


A Ultima Musica
Autor: Nicholas Sparks
Editor: Novo Conceito
Nota:

Sinopse: Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virar de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciam e seu pai decide ir para a praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor os filhos passarem as férias de verão com o pai na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive tranquilamente na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação do pai e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda, começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo- se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade - e dor - jamais sentida. Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão - o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão. 


 Esse é o segundo livro que leio de Nicholas Sparks, e me surpreendi verdadeiramente com sua narrativa leve, emocionante, e com um toque de verdade e romance nisso tudo. Ele sabe estruturar seus personagens, e lhes dar características verídicas! Sua obra é perfeita! Mesmo que tenha alguns errinhos, A Última Música tem seu ponto forte em vários tópicos, que irei listar ao decorrer deste post.


Sobre o Autor: Nicholas Sparks viveu a sua juventude em Fair Oaks, na Califórnia e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Foi premiado com uma bolsa de estudos da Universidade de Notre Dame pelos seus excelentes resultados e, em 1988, licencia-se em Economia. Curiosamente, o seu sonho era tornar-se atleta de alta competição, sonho de que teria de abdicar devido a um grave acidente. Iniciou-se a escrever enquanto trabalhava como delegado de informação médica e, mais tarde, surge Theresa Park, agente literária, que se propôs representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance, «The Notebook», à Warner Books. Com livros como A Última Música(The Last Song)e Querido John (Dear John), Nicholas Spaks tornou-se bem conhecido no Brasil, agora com outros livros publicados pela Editora Novo Conceito.

2 comentários

  1. Acho que sou uma das poucas que não curte muito a escrita do Nicholas Sparks kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Olá Dennys!

    Nunca li Nicholas Sparks, e isso é bem dificil de encontrar hoje em dia! Já tentei ler o inicio de Um Amor Para Recordar e não me convenceu, ai fico meio que com o pé atrás... filmes eu já vi e adorei! *-*

    Beijos!

    Marcelle
    http://bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir