[Resenha] Rockfeller

01 fevereiro 2015

Rockfeller
Autor: Alexandre Apolca
Editora: Nova Paris
Número de Páginas: 184

Sinopse: Beto Rockfeller, que possui uma leve versão da síndrome da mão alheia, sonha em fazer sucesso com sua banda de rock. Após ser preso injustamente em um protesto na Avenida Paulista, é liberado e orientado a deixar São Paulo. Ele e sua desconhecida banda – cujos integrantes são: Yakult, Gringo e Santiago dos Santos – decidem se mudar para a mística São Thomé das Letras, a Machu Picchu brasileira. É exatamente nessa aconchegante cidadezinha mineira que começa uma trama estonteante e dinâmica – repleta de aventuras, romances, crimes e mistérios. Rockfeller se envolve com Anita Andrade, a namorada de um dos seus amigos. Esse triângulo amoroso é surpreendido com a súbita aparição de uma terrível enfermidade. Ele, desconcertado, se vê diante de uma difícil decisão, que mexe brutalmente com seus princípios morais e o pior, Rock pagará caro por sua indigesta decisão, seja ela qual for. Além disso, é obrigado a conviver com seus fantasmas, desilusões e psicoses e ainda tem que se acostumar com um enigmático corvo que o persegue. No entanto, após muito tempo, Rockfeller consegue uma segunda chance de ser feliz no Rio de Janeiro, as suas desventuras e psicoses ressurgem, e isso pode levá-lo a uma irreparável situação em que nem tudo que se vê pode ser real...

Rockfeller é um jovem que quer a todo custo fazer sucesso com sua banda de rock. Seu mundo e o dos amigos é regado a cerveja e drogas. A primeira enrascada em que se mete é durante uma manifestação na Avenida Paulista, onde um Black block, para se livrar, coloca a culpa em Rock.

Por pouco não é preso, e com a ajuda e os conselhos de seu pai, acaba decidindo se mudar com a banda para São Thomé das Letras, uma cidade mística e cheia de repleta de suspense.

Lá sua vida boêmia se intensifica. Arranja diversas paixões, mas amor de verdade sente apenas por Anita, levando a trair um de seus melhores amigos. A garota tem uma tatuagem de corvo nas costas e, em êxtase ou não, ele vê o animal piscando para ele por diversas vezes. 

Nevermore

Um truque do destino faz com que a jovem adquira uma doença. Ela está em fase terminal, foi abandonada pelo namorado e Rockfeller vê aí a chance de ajudá-la, com seu amor e um artifício um tanto quanto inusitado. É por causa disso que acaba sendo preso novamente, sem usufruir da nova boa saúde da amada.

Mas uma reviravolta se dá na vida de Rock e muitas pedras ainda vão rolar.

O tempo é a estrada que nos trouxe para vida e que, um dia, nos levará para a morte. O tempo é o papel no qual deixamos nossas marcas e, se forem bem marcadas, nunca se apagarão. O tempo é a união de tudo o que nossa mente produz, pensar é estar ligado ao tempo, é estar vivo. O tempo, ninguém nunca viu, mas todos sentem. O tempo é apenas um buraco negro que engole tudo o que existe, e o que não existe também.

O livro foi cedido em parceria pelo autor que, por um acaso, acaba virando personagem de sua própria obra. 

A edição do livro é linda, desde a capa até sua diagramação interna, que conta com pequenos corvos espalhados ao final de cada capítulo. Acho que o que mais me incomodou foi o fato da separação de palavras, mas não encontrei nenhum erro de escrita e gramática propriamente dita.

Inspiração não faltou, passando desde Edgar Allan Poe, Machado de Assis (frase de início do livro) e Raul Seixas.

Gostei bastante, tirando o fato do uso excessivo de entorpecentes dos personagens principais. 


7 comentários

  1. Oi Pam! Não conhecia o livro, mas já ouvir falar sobre o escritor. Pela capa eu não leria o livro e sua resenha me deixou um pouco mais esclarecida sobre a trama e acredito que posso vir a ler a obra. Espero gostar.
    Fiquei meio assim com os personagens rsrsr, mas ainda assim deve ser interessante

    Beijos
    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Oie Pam!
    Não conhecia a história e nem o autor, mas me interessei por achar mto tangível e próximo ao nosso dia a dia, ao nosso mundo atual. Curti também a ideia do autor participar como personagem, isso deve ter ficado legal! rs
    A única coisa que não curti tanto foi em relação aos entorpecentes... odeio quando foca mto nisso, ainda que seja uma realidade.
    Beijos
    Nica

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Também não conhecia esse livro, mas achei bem bacana a história dele, fiquei curiosa para lê-lo. Não sei se o leria agora, mas quem sabe mais para a frente. Gostei bastante da capa dele.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bem?
    Eu gostei da premissa do livro, gosto quando o autor mistura musica, suspense e romance em um mesmo livro, porém não sei se é um livro que eu leria por agora, mas por via das duvidas ele já esta anotado na minha listinha :)

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi flor, curti demais a sua resenha, deixou sempre um misto de mistério no ar.A sinopse já havia me deixado bem curiosa e ao ler a sua resenha fiquei mais ainda. E coitado desse cara gente, só tem confusões na vida dele...fiquei curiosa para saber o que de bom acontecerá na vida dele.

    E se passa aqui em Minas?Fiquei mais curiosa ainda. E esse fato de falar muito de entorpecentes eu acho que não me incomodaria tanto assim não,pelo fato de ver muito isso no meu dia a dia....não que uso,hahahahaha... mas por ver pessoas usando sempre e na TV também não se fala em outra coisa.

    Enfim flor...amei sua resenha,ficou show e eu leria o livro com certeza.


    bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá querida, parabéns pela resenha. Achei a capa bem interessante e a premissa que me deixou bem curiosa. Mas em relação aos personagens não me agradei tanto em relação a eles, mas quem sabe mudo de opinião ao ler.
    Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir
  7. Oi Pamela, tudo bem?
    Eu não conhecia o autor e nem o livro, sua resenha ficou muito esclarecedora, mas eu realmente não me interessei muito pelo livro, apesar de achar interessante o fato dele se tornar um personagem do seu livro.

    beijos,
    http://www.lendoeesmaltando.com/

    ResponderExcluir