Resenha: Mundo das Sombras, por L. J. Smith. #108.

29 agosto 2012


Mundo das Sombras
Volume 1- Vampiro Secreto
Autora: L. J. Smith
Editora: Galera Record
Nota: 

Sinopse: Poppy foi diagnosticada com câncer terminal até que James, seu amigo e PR quem é apaixonada, lhe oferece uma maneira de evitar a morte: a vida eterna. James está disposto a infringir as regras do Mundo das Sombras por amor, mas conhece as leis – se alguém do Mundo das Sombras se apaixonar por um humano, deve ser punido com a morte.

Resenha


            Mundo das Sombras – Vampiro Secreto traz a história de Poppy, que logo no início descobre que tem algo de errado com seu pâncreas. Através de exames, é descoberto um tipo raro de câncer, silencioso, que não dá indícios e quando os dá, já está em fase terminal. Seu inseparável amigo James – que se conhecem desde os cinco anos de idade – não a deixa sozinha neste momento difícil, procurando meios para ajudá-la.
            A narrativa se dá por meio da terceira pessoa e traz pontos de vista dos diferentes personagens, mas principalmente de Poppy, Phillip (seu irmão gêmeo, superprotetor) e James.
            Como a própria sinopse traz, já dá para se ter uma ideia de quem seja o vampiro secreto, então não será spoiler nenhum dizer que o mesmo é James. Ele conta com a compaixão dos humanos, e é sempre bom. Traz alguns traços possíveis de Edward – da série Crepúsculo – e também de Bill Compton – da série True Blood - , além de características de Stefan – da série de livros escrita pela mesma autora deste, Diários do Vampiro.
            A paixão descrita no inicio do livro me remeteu à mesma criada pelos personagens da outra série escrita pela autora, e é doce, deixando a gente “derretida”, rs.

Eu não sou assim, pensou ela. Não sou alta nem bonita como Jacklyn ou Michaela...
A resposta que ela ouviu não parecia dirigir-se a ela – Poppy tinha a sensação de que era algo que James pensava consigo mesmo, ou se lembrava de um livro havia muito esquecido.
Não se ama uma mulher por sua beleza. Ama-se porque ela canta uma música que só você pode entender ...

A diagramação é simples, e os dezesseis capítulos são apenas iniciados com letra capitular.
Ao contrário de muitos que dizem que a capa não é bonita, eu acho ela linda, pois esta planta é carnívora, se alimenta de seres vivos, ao ponto que os vampiros também o fazem. Encontrei alguns erros de revisão, mas creio que talvez seja por isso que o livro estava por apenas 10 reais no estande da editora na Bienal, rs, mas nada que atrapalhe a leitura.

Sobre a autora: L. J. Smith tem inúmeros livros publicados para jovens; muitos estiveram na lista de mais vendidos do New York Times e foram inspirados em seus próprios pesadelos. É autora da série Diários do Vampiro, que deu origem à série de televisão Vampire Diaries, escrita e produzida por Kevin Williamson, autor de Dawson’s Creek, e estrelado por Ian Somerhaldes, Paul Wesley e Nina Dobrev. Também é autora da série O Círculo Secreto, que chegou à televisão por meio de uma série com o mesmo nome, mas não teve audiência suficiente para que “sobrevivesse”.

4 comentários

  1. Não achei muita graça nesse livro, e em algumas passagens fiquei bastante irritada. Estou com o 2º livro da série para ler, mas estou adiando. Não foi uma história que me cativou.

    ResponderExcluir
  2. A coincidência que eu ia ler esse livro,mas agora deu vontade de começar a ler,qto a audiência de O círculo secreto é uma pena eu amava essa série!*.*

    ResponderExcluir
  3. Hum...esta historia não me cativou muito!Achei um pouco clichê e me lembro o filme Cidade dos Anjos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu também achei a capa linda, mas deve ser porque adoro flores. Quanto ao livro em si eu ando fugindo de séries e vampiros bonzinhos não são meus personagens favoritos, para mim vampiro bom é vampiro mau!

    ResponderExcluir