• Home
  • Sobre
  • Colaboradoras
  • Parceiros
  • Promoções
  • [Informativo] Potter Week #4

    Oi pessoal. Eu sou apaixonada por tatuagens, mesmo não tendo nenhuma (não é por falta de dinheiro, e sim de coragem, hahaha). Então vim compartilhar a minha seleção de tattoos inspiradas na melhor série de livros já escrita no mundo!!!!










    E aí, qual a preferida de vocês? 

    [Informativo] Potter Week #3

    Oi pessoal, tudo bem com vocês?

    A postagem de hoje é bem curtinha e rápida, mas que vai deixar os fãs de HP louquinhos da silva, assim como eu estou agora!

    A Editora Rocco anunciou hoje a data de lançamento de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, aquela peça famosa que tem lá fora, e que vai virar livro *-*. A pré-venda começa agora no dia 16 de agosto e o lançamento oficial é só dia 31 de outubro, Dia das Bruxas.


    E como se não bastasse, eles ainda divulgaram a capa. 



    É ou não pra morrer de amores? Vem que vem outubro!!!!

    [Informativo] Potter Week #2

    Olá pessoal. Como avisei ontem, esta semana teremos algumas curiosidades sobre o mundo mágico de Harry Potter.


    O tema de hoje são os números que a saga rendeu em seus sete livros, além dos filmes. De acordo com a Editora Rocco e o seminário Publishers Weekly, foram vendidos 3 milhões de livros no Brasil, sendo a saga toda impressa.

    Além disso, o livro mais vendido é justamente o primeiro, contando com 120 milhões de vendas no mundo todo. A editora americana Scholastic faturou cerca de 815 milhões de dólares com a publicação dos livros. É dinheiro pra dar, vender, até jogar pelo ventilador!!!!

    Desde 2007, J.K.Rowling é uma das autoras bem mais pagas do mundo, com faturamento de aproximadamente 300 milhões de dólares. Ademais, Harry Potter foi traduzido para pelo menos 65 idiomas. Nem eu sabia que existia tudo isso de línguas no mundo :o .


    E para finalizar, em 2006 a franquia que filmou tudo, rendeu à Warner 5,4 bilhões de dólares. Com tanto dinheiro nesse post, eu me sinto um pouco mais pobre hahaha. 


    [Informativo] Potter Week


    Oi pessoas, tudo bem com vocês?

    Fui convidada pela Glaucia, criadora do blog Leitora It, a participar de uma semana especial sobre Harry Potter <3 . Isso não é demais?

    Esses sete dias são a comemoração ao aniversário dele, que é no dia 31 de julho (domingo). Com conteúdos diários e diversificados, vocês poderão acompanhar diferentes tipos de matérias pelos oito blogs participantes. Adoro!

    Esse primeiro post é apenas para ilustrar como será a Potter Week e apresentar a vocês todos os blogs que toparam essa loucura pelo bruxo mais amado do mundo!



    Espero que vocês aproveitem nossa semana e sempre que for compartilhar alguma coisa, use a #PotterWeek ! Sejam todos bem-vindos!

    [Informativo] Youtubers e Booktubers também fazem literatura?


    Oi pessoas!! Tudo bem?

    Passando pelas redes sociais, vi o quanto os Youtubers, Vlogueiros, Boooktubers, chamem como quiserem - porque na minha opinião é tudo a mesma coisa, pois  independente dos temas, gêneros, que eles falam em seu canal, a partir do momento que coloca vídeo no Youtube, é um Youtuber ou vlogueiros  e não esse trocentos nomes que inventam. Então vamos chamá-los de Youtubers, só para ficar mais bonito.

    Voltando ao assunto, percebi a grande quantidade de Youtubers que estão lançando livros. Alguns são de ficção, outros biográficos. Então me acendeu a luz e decidi falar sobre isso. Pensando nisso tudo,  chamei algumas pessoas e pedi para elas opinarem também e que elas fossem sinceras em seus relatos. Bom, vamos às opiniões, começando com a minha – mas é claro, hahaha.

    “Não lembro por quem, quando e porque começou essa febre de livros. Pela Kefera, talvez? Não lembro!! Nunca me incomodei, pois é uma forma de a editora vender e os Youtubers ganharem mais fama e visualizações, além do seu rico dinheirinho, mas também é a forma de chamar novos leitores. O problema é que ultimamente acabou tendo uma explosão de livros desse tipo. Pra todo canto que olho vejo um Youtuber lançando livro e isso começou a me incomodar um pouco. Os únicos que li foram dos “Booktubers” Danilo Leonardi, do Cabine Literária, e o do Bruno Miranda, do Minha Estante/Bubarim. Livros, esses, que são bons sim. O do Danilo, o livro Porque Indiana, João? É um exemplo de livro que fala sobre bullying e, na minha humilde opinião, deveria ser de leitura obrigatória na escola. Sei que tem mais outros Youtubers com talento por aí, infelizmente não são eles que são reconhecidos.  Os outros desculpe, não vejo o porque ter lançado livro. O que uma criança de 15 anos tem para me acrescentar. O que uma garota e um garoto que fazem vídeos sem noção vai me acrescentar? NADA!!! Mas infelizmente – ou felizmente, depende do ponto de vista – para as editoras tem muito a acrescentar. E assim pelo que vejo será o andamento da nossa literatura nacional, autores ótimos perdendo lugar para Youtubers que brincam de escrever.
    Bruna – Colunista do blog

    "Não sei ao certo quando começou a moda de livros de Youtubers (Booktubers? Vlogueiros? Qual seria a definição correta? rs) ou o que, de fato, impulsou esse mercado. Apenas sei, como autora, que é necessário ter um equilíbrio em todas as esferas da vida; infelizmente, não é o que eu vejo com essa nova “modinha”. Não cheguei a comprar as obras publicadas desses autores, pois não me interessa. Contudo, conheço alguns nomes, por terem publicado com editoras conceituadas e por estarem em todas as livrarias do país sendo expostos nas vitrines. Se me chateia? Sim, pois a maioria são biografias de jovens, pessoas que sequer chegaram aos quarenta anos ou possuem uma história de vida muito complexa ou sofrida, que possa ensinar algo para as pessoas (como o livro de uma criança e outro de um cara que diz para embebedar as garotas). É claro que há obras publicadas sobre outros temas, não apenas a vida deles, mas devo repetir que desconheço e pelo o que ouço falar é minoria. Como toda "modinha", lembrando da febre dos vampiros com Crepúsculo e do hot com 50 tons de cinza, os livros de Youtubers crescerem muito em um curto período de tempo. Por quê? Porque é venda garantida. Ainda hoje, as grandes editoras brasileiras não arriscam investir em autor nacional, independente de seu talento ou empenho, que não tenha um público massivo. E é isso que os Youtubers oferecem: vendas certas. As editoras buscam lucro, como qualquer outra empresa, e estão apostando naqueles que darão retorno financeiro imediato. Não é justo e sequer interessante para o mercado continuar dessa forma. Não tiro o mérito de quem escreve, seja vlogueiro ou não, mas o que essas biografias oferecem, de fato, para a literatura? É desrespeito com o autor e com o leitor. O que pode ser feito? Sinceramente, não sei. O jeito é esperar que a moda passe, como tantas outras passaram, e desejar que a próxima seja apostar na literatura brasileira contemporânea, com livros de todos os gêneros e com oportunidade para todos os autores, independente de serem famosos ou não. Se vai acontecer? Não sei, mas seria incrível, não seria?"
    L. L. Alvez ( autora de Mudanças, Instituição para jovens Prodígios)

    “Eu acho ridículo. Nunca li nenhum livro de vlogueiro e talvez alguém pense que minha opinião não é válida, mas eu leio sobre o assunto, fico por dentro sobre o que se trata os livros e para mim é tudo uma palhaçada. Só as editoras para ter lucro em cima de alguém supostamente "famosinho". Poxa, tem vlogueiro entrando na adolescência e fazendo biografia, pelo amor de Deus! O que uma pessoa no alto dos seus 15,16,17 anos tem para ensinar? Só se for o próximo Buda, do contrário só tem merda pra falar. Ainda tira espaço de outros autores sérios e com boas histórias pra contar, porque a editora prefere vender horrores uma coisa ruim ao invés de investir numa boa. Tipo, qualquer um pode publicar agora, não importa o que vai ta escrito no livro, basta ter um canal com bastante inscritos no Youtube. É loucura isso.
    Nathalia Simião (blogueira – Pobre Leitora)

    “Eu já li livros de youtubers e apesar de não me incomodar no começo porque alguns realmente ‘tem o que escrever’, tem assunto para tal coisa e fazem um bom trabalho, essa onda de livros de vlogers me incomoda um pouco. A grande maioria das editoras não está focando na qualidade e sim nas vendas. Tiramos a oportunidade de lançar bons autores para lançar livros de formadores de opiniões que vão vender muito, mas que o conteúdo não vale tanto a pena. Nem sempre esses formadores de opiniões fazem um bom trabalho e muita das vezes os ensinamentos são completamente errados. Posso tirar pelo fato que lançaram um livro onde um vlogueiro dizia que ele tinha um plano de beijar uma garota pela primeira vez quando ela estivesse completamente fora de si porque ele iria embebedar ela. Então um adolescente lê isso e acha que é normal deixar uma jovem praticamente fora de si e se aproveitar dela seja beijando ou fazendo qualquer outra coisa que ele se ache no direito. Não estou dizendo que a maioria dos livros de vlogueiros fazem apologias a coisas erradas, mas se a pessoa tivesse visto isso primeiro e repensado, teria chamado o vlogueiro e conversado com ele que isso não iria ser publicado, que ele teria que repensar no que havia escrito. Ninguém ultimamente está se importando tanto com a literatura em si, afinal tem crianças de 15 anos (e até menos) lançando biografia, o que uma criança de 15 anos tem para contar ao mundo? Ela nem viveu direito, mas se você reclamar que um vlogueiro está lançando um livro as pessoas vem com pedras nas mãos dizendo que deveríamos ficar agradecidos porque os jovens estão se importando com literatura. É realmente um momento preocupante porque se o jovem se interessa por uma "literatura" que na maioria das vezes não acrescenta em nada é realmente algo que temos que pensar. No mais eu não me incomodo de lançarem 300 livros de vlogueiros todo mês, mas quero ter certeza que esses livros acrescentam em alguma coisa e não ficar pensando que as editoras estão tão decaídas que só pensam em ganhar dinheiro e lançam coisas que empobrecem ao invés de enriquecer o conhecimento.
    Alice Aguiar (blogueira – Seguindo o coelho branco)

    “Na minha humilde opinião não gastaria um centavo do meu bolso pra comprar livros desse gênero ou gastaria meu tempo lendo. É um tipo de livro que não me acrescenta muita coisa, não me instiga saber da vida de YouTubers não irão me ensinar nada de relevante. Pra quem é fã pode ser uma boa, mas pra mim não me interessa.
    Bruna Ibiapina (leitora)

    “A polêmica opinião de Youtubers escritores. O que vou escrever aqui poderá ser visto como falta de sinceridade ou puxa saco de editora que publicam tais livros, amiguinhos vamos respeitar opiniões alheias, obrigada e de nada. Como já mencionei em várias postagens no blog, na minha opinião qualquer livro é válido e tem seu público alvo. Lembro que quando era mais nova ouvia sempre sobre autores nacionais, que os bons eram só aqueles clássicos. E hoje em dia temos tantos autores novos, com ótimos livros e excelentes histórias. O mesmo digo desses Youtubers, meus caros. Eles têm seu público alvo e estão despertando o gosto pela leitura em muitos jovens pelo Brasil. Para os fãs de carteirinha dessas celebridades, ler uma autobiografia é o pontapé inicial para viajar nas páginas literárias. Um exemplo que pode sim ter bons escritores e boas histórias é John Green: ele é Youtuber e escritor, certamente parte do sucesso se deu pela quantidade de fãs que tinha. Ah Mari, esse tipo de livro não conta como leitura, não vou ler nada deles e pronto e acabou. Ok, sem problema algum, mas respeite o gosto alheio. Não estou aqui dizendo que teremos clássicos e ótimos livros desses novos escritores ou que é pra você ler, mas que acima de tudo RESPEITE.
    Mari (blogueira – Stories and Advices)


    O que deu para perceber é que Livros de Youtubers serão sempre polêmicos. Existem os que não sabem escrever e brincam com isso e existem os que escrevem pra porra, mas que não são reconhecidos e até lançam livros, mas nosso mundo é fechado para apenas ver os que bombam nas redes e acabamos sempre na mesmice... Mas o que eu quero dizer com isso é que: todos nós leitores, iniciantes, experientes, críticos ou não, tem sua opinião própria e seu gosto próprio e é isso que faz a leitura tão legal e fodástica. E você qual sua opinião? 

    [Informativo] Você conhece Rafe?


    [Informativo] Pré-lançamento "O Livro de Tudo"

    Olá pessoal, tudo bem com vocês?

    Hoje venho mostrar para vocês um super lançamento da Editora Ágape e, para melhorar, ele contará com um evento de pré-lançamento, ainda nesta semana! Querem saber mais? Só conferir o release que a editora nos mandou e já anotem na agenda!



    Priscilla Alcantara convida fãs para o pré-lançamento do seu primeiro livro
    Uma das youtubers gospel mais famosas e irreverentes do Brasil, com cerca de 5 milhões de seguidores em seus variados perfis em redes sociais, Priscilla Alcantara lança “O Livro de Tudo” pela Editora Ágape

    Irreverente por fora e reverente por dentro. É assim que Priscilla Alcantara se define em “O Livro de Tudo”, que revela uma nova faceta da jovem artista pouco conhecida dos fãs. Publicado pela Editora Ágape, o primeiro livro de Priscilla mostra que seu talento vai além da carreira musical e do tão famoso ‘Playstation!’.

    Sonhos, vida cristã e mídia estão entre os temas abordados por ela, além de um capítulo surpresa escolhido pelo público. O livro conta com uma escrita muito própria, no qual ela mantém um diálogo descontraído com os jovens, com quem conversa sobre tudo, além de fotos inéditas  produzidas especialmente para a publicação.



    Priscilla conta com mais de 5 milhões de seguidores em seus variados perfis em redes sociais como Facebook, Instagram e canais no YouTube, incluindo o sucesso“Vlog de Tudo”, onde publica vídeos com temas variados e que serviu de inspiração para o título do livro.

    A youtuber fará o pré-lançamento do “O Livro de Tudo” na Saraiva do Shopping Center Norte, em São Paulo (SP), no dia 22 de julho, às 17h.

    REGRAS DO EVENTO
    • Podem participar da tarde de autógrafos fãs que possuírem “O Livro de Tudo”;
    • Não serão permitidos autógrafos em itens que não sejam o livro “O Livro de Tudo”, tais como: marcadores, papéis soltos, camisas, CDs, etc.
    • A distribuição de senhas será feita a partir das 10h, no dia do evento;
    •A apresentação da senha é obrigatória. No caso de extravio da senha, esta não será substituída e o portador perderá o direito de participar da sessão de autógrafos;
    • Fotos não serão permitidas. Teremos um fotógrafo profissional que disponibilizará todas as fotos no Facebook da editora em até cinco dias úteis após o evento;


    Sobre Priscila Alcantara: Completando 20 anos em 2016, Priscilla começou sua carreira aos dois, cantando na igreja em que frequentava com seus pais. No início de 2005, participou do “Código Fama” e foi classificada para representar o Brasil no “Código Fama Internacional”, realizado no México e transmitido pela Televisa Niños para mais de 20 países. O resultado no reality foi o quarto lugar no musical, o primeiro em popularidade e o melhor sorriso da casa. Quando retornou ao Brasil, foi convidada por Silvio Santos para gravar um piloto do programa “Bom Dia & Cia” no SBT, onde permaneceu até 2013 e apresentou diversos programas infantis. Priscilla Alcantara atualmente segue com sua carreira como cantora, com quatro CDs gravados, sendo o mais recente “Até Sermos Um”, lançado pela Sony Music Gospel, com destaque para o sucesso “Espírito Santo”, com mais de 4 milhões de visualizações em seu canal da Vevo.

    Sobre a Editora Ágape: Pertence ao Grupo Editorial Novo Século e está no mercado desde 2011 trabalhando com categorias de cunho cristão, entre Bíblias, Biografias, Louvor e Adoração, Doutrina, Evangelismo, Devocional, Família, Liderança, Mulheres, Batalha Espiritual e Vida Cristã.

    Serviço
    Lançamento do livro “O Livro de Tudo” – Priscilla Alcantara
    Data: 22 de julho de 2016
    Horário: 17h
    Local: Livraria Saraiva – Shopping Center Norte
    Endereço: Travessa Casalbuono, 120, Vila Guilherme – SP


    Informações à imprensa
    KB Assessoria em Comunicação
    11 4332.9808 | 9 9211.7420
    Kelly Boscarioli – kelly@kbcomunicaco.com.br


    [Resenha] Cante para eu dormir

    Cante para eu dormir
    Autor: Angela Morrison
    Editora: Pandorga
    Número de Páginas: 358


    Sinopse: Cante para eu dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bulling e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando á milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles.A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.

    A sinopse está autoexplicativa. Cante para eu dormir nada mais é do que o conto do Patinho Feio. Beth sempre sofreu com sua aparência. Somente sua mãe e seu amigo, Scott, que a viam linda, porque né, gente, beleza interior é a mais linda das belezas.

    Scott sempre se declarou para Beth, mas ela nunca o levou a sério. Beth viaja com seu coral para outra cidade e lá encontra Derek. E uma paixão nasce.

    Derek e Beth passam o máximo de tempo juntos. Quando ela volta para sua cidade, Derek some por vários dias. Beth surta, Derek volta e diz que teve que viajar com seus pais,  e assim se passa o relacionamento deles, com Derek sumindo por vários dias e reaparecendo...

    Beth começa a desconfiar que há outro alguém e etc... até que dias se passam e Derek some por muito tempo. A jovem vai atrás e descobre que Derek esta internado na UTI e é nessa parte que a história fica ainda mais linda.

    Cante para eu dormir mostra a história do patinho feio, mostra que o amor –  quando é verdadeiro – derruba todas as barreiras. Um livro que me fez chorar dentro do ônibus e quase me fez apanhar do moço que se preocupou comigo, e me deu um olhar matador quando disse que o choro era por causa do livro kkkk.


    Um livro que nos mostra que temos que ser o que somos, independente do que somos ou que temos alguma doença, temos que primeiramente nos aceitar e nos amar.