Corajosos, de Randy Alcorn. #123.

21 novembro 2012

Resenha


Corajosos
Autor: Randy Alcorn
Editora: Arqueiro
Nota: 

Sinopse: Diante de uma tragédia, quatro homens se confrontam com suas esperanças, fé e papel de pai. Será que uma situação extrema é capaz de ajudá-los a se aproximar de Deus e de seus filhos?

                Quando pedi o livro Corajosos para a editora, pensava que o livro traria algo como um romance policial, gênero que não gosto muito, mas que aceito e leio de bom grado. Antes de iniciar a leitura, dei uma folheada básica e bem no final há uma sessão de perguntas para discussão, muito comum em livros que abordam temas religiosos ou de autoajuda.
                Resolvi então recorrer a informações diversas sobre a obra, além de algumas resenhas. Minhas expectativas foram por água abaixo e percebi que o livro se tornaria mais religioso do que imaginava. Novamente, não é um tema que goste muito, mesmo porque não sou tão apegada assim em uma religião em específico (embora seja batizada, catequizada e crismada pela igreja católica e frequente um centro espírita).
                Com o passar da leitura, me ative mais as mensagens que o livro nos passa, e olha que não são poucas. De fato, é uma história muito emocionante e recomendada a todas as idades! A abordagem do crime, facções, gangues e policiais não poderia ter sido narrada de forma mais legítima e fiel quanto Randy Alcorn escreveu. 

4 comentários

  1. A capa é bonita, o nome chama a atenção, mas acredito que não seja mto o tipo de livro que eu curta! =] Bjo FRAN

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa realmente é belíssima, Fran. A trama em que se desenrola a ação é bonita também e bem construída, mas creio que você deveria dar uma chance para se emocionar também ^^

      Excluir
  2. Oi Pam,
    Nossa hein também imaginava um livro diferente, a capa é bem bonita mesmo e eu imaginava que seria algo com muita aventura e ação.
    Mas não sei se leria esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Mari, acabei me decepcionando no quesito "imaginação", rs. Mas no todo, a história é bem construída e mostra uma realidade que todos vivemos, em toda parte do mundo.

      Excluir