Resenha: Adormecer do fogo, de Ben Green. #132.

08 janeiro 2013


Adormecer do Fogo
Autor: Bem Green
Editora: Dracaena

Sinopse: Nas gélidas montanhas, vivem os Gha-laad, uma tribo de caçadores que acredita ser o fogo algo divino por não saberem cria-lo. Há apenas uma única e sagrada chama passada de geração em geração. Um ataque de Aixians, imensas criaturas selvagens, tornou real o maior de seus pesadelos: a sagrada chama foi apagada.
            Ri-zir, guardiã dos escritos antigos, é designada para orientar os caçadores ao reduto das temíveis Aixians. Segundo as lendas, o único lugar onde o fogo ainda existia. Mas, seu maior desafio é não se apaixonar por Sa-Tûr, o misterioso caçador.            Da primeira a última página, o leitor é cativado pelas emoções dos personagens enquanto aventuram-se por um mundo repleto de dúvidas, revelações e medos. Adormecer do Fogo o fará mergulhar nesse fantástico universo de incertezas onde a confiança deve ser a última chama a se apagar.



            Primeiramente, gostaria de agradecer pela parceria realizada com o autor Bem Green, idealizador e responsável pela obra Adormecer do Fogo.
            A narrativa tem como ponto central o elemento fogo, responsável pela sobrevivência do povo Gha-laad. Para eles, havia uma única chama, que era passada de geração em geração.
            Ok, confesso que eu me confundo pra caramba com relação a nomes, e não foi diferente com o livro. Gente, quanto nome complexo. Se eu não fosse tão perdida eu não precisaria ter voltado tantas vezes pra ver qual personagem estava sendo descrito ou praticando a ação. Mas isso é um problema meu mesmo, não do autor, rs.
            Bom, voltando. A trama é muito bem bolada e o final foi surpreendente. Estou curiosa para ler outros títulos do autor e espero que ele publique muitos mais, pois a escrita é realmente maravilhosa! Poucos autores tem a maestria para realiza-la!
            Além disso, a diagramação é super especial, e a capa transmite bem do que vai se tratar a obra.

6 comentários

  1. Ainda não conhecia o livro nem o autor.
    Mas gostei muito da capa, desculpe, sei que é errado, mas eu julgo os livros pela capa, não adianta, nada como uma bela capa para chamar minha atenção.

    Pela sinopse, vi que não é apenas um rostinho bonito hehe


    http://www.some-fantastic-books.com/

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    Não conhecia esse autor.
    Putz eu tb sou super enrolada com nome, Guerra dos Tronos eu sofro hahahaha
    Leria esse livro com certeza, vou ver se encontro ele =D
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Olá Pam!

    Ainda não li o livro do Ben, mas tenho certeza que é fantástico.

    Eu tbm me confundo com os nomes, ainda mais quando são diferentes hehe

    Abraços
    Jéssica Anitelli

    ResponderExcluir
  4. Oi, uma bela crítica. Não gosto de literatura fantástica, mas o estilo do Ben fez com que eu devorasse o livro. Muito legal. Quanto aos nomes, você não está sozinha, também me atrapalho...

    ResponderExcluir
  5. Gostei da indicação do livro, eu amo esses nomess difíceis são bem bacanas rsrsrsrs

    Lore, fui indicada para um meme e achei super bacana, por isso te indiquei! ^^

    tah aki o link do meme http://pingentesdeilusao.blogspot.com.br/2013/01/meme-como-foi-2012.html#more

    ResponderExcluir
  6. Conheci o autor e seu livro em um evento aqui no Rio e fiquei louca para ler,pelo que ele descreveu deve ser um pouco confuso sim,mas acho que como você vou adorar!!!

    Bjss

    Bianca

    www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir