[Resenha] Mundo das Sombras - Filhas da Escuridão

26 maio 2013

Mundo das Sombras – Filhas da Escuridão
Autora: L.J. Smith
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 237

Sinopse: Algo nas três meninas que chegaram à cidade parece estranho. Ninguém em Brian Creek nunca tinha visto beleza tão impressionante quanto a de Rowan, Kestrel e Jade. Só que as novas vizinhas de Mark e Mary-Lynnette Carter têm um segredo. Fugindo das leis do Mundo das Sombras, as irmãs correm perigo, e tudo se complica quando descobrem que Ash, o belo e implacável irmão, está por perto e disposto a levá-las de volta. Até encontrarem Mary-Lynnette, e Mark e Jade se apaixonarem à primeira vista... O destino os uniu, mas humanos e vampiros não devem conviver. A pena para quem infringir esta regra é uma só: a morte.


                A primeira decepção que tive com o livro foi a expectativa para que tudo o que aconteceu no primeiro volume da série (resenha AQUI!) fosse resolvido e algum possível desfecho fosse criado. Ao contrário, neste segundo volume conhecemos a história de Mary-Lynnette e Mark, os irmãos Carter. Ela é apaixonada pelas estrelas, constelações, enquanto ele acha isso tudo um porre, mas acompanha a irmã sempre que ela sai para observar o céu. Vivem em uma pacata cidade, chamada Brian Creek. Nada de diferente acontecia nela. Não foi a toa que algo remexeu as entranhas de Mary quando viu que estavam cavando um buraco no quintal da casa da senhora Burdock. Ela sabia que aquelas estranhas figuras femininas eram as sobrinhas da anciã, mas porque elas estavam cavando uma espécie de sepultura?
                Mesmo com as expectativas super baixas após a decepção citada acima, enfrentei a leitura de cabeça erguida e coração aberto à nova história narrada. E o resultado foi: me apaixonei pelos personagens. Pude compreender o significado da expressão “alma gêmea”, e que no caso é mais de uma metade da laranja encontrada (spoiler-spoiler-spoiler).
                Uma coisa interessante foi a maneira como eles mostram a distinção das classes de vampiros. Há os lâmia, que já nascem vampiros e podem, inclusive, se reproduzir e os que nós mais conhecemos: humanos que são transformados em vampiros. Outro ponto interessante é que conhecemos mais uma classe de seres sobrenaturais: os lobisomens. Além disso, citaram bruxas aí no meio e eu quero só ver se elas vão aparecer em algum outro livro.
                E descobri que a história do primeiro livro é relembrada neste segundo e há um certo parentesco entre as personagens. Ou seja, não estava tão errada. É como o que acontece nos livros eróticos de Bella Andre, só que versão vampiresca.

                Mal vejo a hora da Galera publicar o terceiro, em setembro deste ano! 

3 comentários

  1. Já li o primeiro, mas não me emocionei muito.. achei o livro tão rápido, não deu aquela emoção sabe? rs. Mas parece que esse será melhor, fiquei ansiosa para lê-lo! Ótima resenha!
    Beijos
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Li o primeiro e até que gostei, apesar de ter achado um pouco forte para um livro infanto-juvenil (a doença de Poppy e tals).
    Esse segundo livro, no entanto, parece ser mais interessante :3
    Adorei a resenha!
    Beijos,
    Mari Diva,
    http://mundo-da-noite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bom dia :)
    Como vai?
    Eu não conhecia nem o primeiro livro :O

    Mas valeu pela dica :p
    Beijos e cuide-se
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir