[Resenha] O Duque e eu

30 junho 2013

O Duque e Eu
Série: Os Bridgertons – Volume 1
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 282

Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida. Primeiro dos oito livros da série OS BRIDGERTONS, O Duque e eu é uma bela história sobre o poder do amor, contada com o senso de humor afiado e a sensibilidade que são marcas registradas de Julia Quinn, autora com 8 milhões de exemplares vendidos.


O Duque e eu faz parte da primeira leva de romances de época publicados pela Editora Arqueiro. Junto com ele, foram lançadas duas séries com a mesma temática: Os Hathaways, com Desejo à meia-noite (e agora, com Sedução ao amanhecer, lançamento do mês de julho) e Os Irmãos Rothwells, com As Regras da Sedução.

Acho que nunca havia lido um livro desse gênero e fiquei curiosa para saber como seria. Por isso, fiz o pedido do primeiro volume da série Os Bridgertons (lançamento do segundo previsto para agosto). A narrativa é de fácil compreensão e flui com rapidez. Logo no prólogo, conhecemos mais sobre o nascimento do herdeiro do duque de Hastings. Após a conquista de ter um filho homem que pudesse continuar, o duque seguiu sua vida, deixando o primogênito em segundo lugar, visitando-o apenas quando havia tempo disponível. Até o momento em que o pai o rejeita e um ódio sem tamanho invade Simon.

[...] E, conforme o ódio lhe invadia e transbordava por seus olhos, ele fez uma promessa solene.        Se não podia ser o filho que o pai queria, então seria exatamente o oposto.

Com a frase de encerramento do prólogo podemos ter mais ciência de como serão as atitudes e a vida de Simon.

Em contrapartida, no início da obra em específico, descobrimos mais sobre Daphne Bridgerton, a quarta filha de uma família de alta sociedade. Seu ímpeto, coragem e espírito são invejáveis, e raros para uma mulher daquela época, em que o instinto machista e a repressão por parte de direitos iguais ainda existiam.

Prestes a ser apresentada à sociedade, Daphne quer fugir dos casamentos arranjados com os pretendentes “velhos” que tentam cortejá-la. Simon é o típico homem que as mães querem como genro. Unindo o útil ao agradável, o novo duque de Hastings tem a incrível ideia de fingir cortejar Daphne para que fugisse das mães enlouquecidas e para que ela fuja dos homens que a procuram na tentativa de desposá-la.

Essa história vai “dar pano pra manga”. Com certeza é um livro belo e muito bem escrito. Julia Quinn é minha primeira autora favorita de romances de época. Espero ansiosa pelo segundo e pretendo continuar lendo livros com essa temática. Através desses livros é possível que nós conheçamos um pouco mais sobre a sociedade de determinado país, em determinada época. Fascinante. Apaixonante! 

3 comentários

  1. A capa desse livro me lembra um pouco Orgulho e Preconceito, a sinopse também, haha.
    Eu adoro esses livros históricos, fiquei bem curiosa quanto a esse :)

    Beijos,
    www.segredosentreamigas.com

    ResponderExcluir
  2. Eu não tinha dado muita atenção ao livro quando lançou.Mas adorei a sua resenha e confesso que fiquei interessada em ler.
    Vai pra lista *-*
    beijos,
    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  3. Pam,
    Essa é a segunda resenha do livro que leio, confesso que fiquei muito curiosa por essa leitura, já inclui esse livro na minha listinha sou fã de romances e achei essa capa linda :D

    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir