[Técnicas de Redação] Os gêneros do Texto

12 janeiro 2014

Boa tarde pessoas. Da última vez que criei um post diversificado aqui no blog – o Como elaborar uma resenha -, recebi muitos elogios. Então decidi dar continuidade, criando uma coluna fixa, quinzenal, aos domingos, que abordará técnicas de redação, de maneira criativa e informativa. Hoje serão abordados os gêneros textuais e ilustrarei com alguns exemplos dentro da literatura nacional. Vamos conhecê-los?




Para descobrir o gênero a que um texto pertence, temos que examinar sua matéria-prima, sua composição.

A NARRAÇÃO trabalha com o TEMPO. É um texto que trata de acontecimentos, que só existem porque há variação de tempo. Não há fato se o tempo não se move.


Ex: “Certa manhã de domingo, todos bebiam e conversavam, os homens olhando disfarçadamente para a moça de olhos verdes. E ela, saindo do lado do marido, mergulhou na piscina. Os que olhavam disfarçadamente, voltaram os olhos para as próprias mulheres, ou para as bebidas, ou outros pontos de interesse. Ninguém viu que a moça de olhos verdes não voltou. Só uma hora mais tarde se lembraram que ela não tinha voltado. Foram olhar a piscina, não havia ninguém dentro. Um do grupo, moreno, baixo, bigodes pretos, colocou a máscara, apanhou um tubo de oxigênio e mergulhou. Desapareceu.” (Ignácio de Loyola Brandão, Dentes ao Sol. São Paulo, Círculo do Livro, p. 147-148).


Já a DESCRIÇÃO trabalha com o DETALHE. Caracteriza aquilo sobre o que se escreve pela enumeração de detalhes relevantes.


Ex: “O rosto apareceu. Era um rapaz bonito, moreno e me olhava de um jeito feliz. Seus olhos brilhantes traziam o escuro da alma de tão pretos. A boca bem desenhada e o nariz mais perfeito que deus possa ter feito e, no rosto, uma barba por fazer. Eram suas características que mais chamavam a atenção. Olhei cada detalhe, precisava me certificar de onde o conhecia. Raios de sol batiam em seus cabelos escuros e eles brilhavam... De repente, ele sorriu. E seu sorriso me trouxe uma lembrança de algum tempo que eu não poderia ter esquecido, mas as surpresas da vida nos pegam de calças curtas. Seu sorriso era terno e vibrante. Sim, eu vi quando seu queixo revelou um furinho. Ali estava um homem na faixa de vinte e poucos anos, porém, com o olhar quase infantil.” (Adriana Vargas, O Túnel do Tempo. Campo Grande, Modo Editora, 2013, p. 26).

A DISSERTAÇÃO apresenta e desenvolve IDEIAS. Por ser o que mais exige em capacidade de pensamento abstrato e construção lógica, é o gênero mais estudado e o mais solicitado em exames de redação.


Ex: “A conversa será, talvez, a ocupação mais deleitosa e fecunda do cotidiano. Deleitosa, porquanto permite o reconhecimento sem reservas das pessoas entre si; fecunda, porque, ao contrário de ‘perda de tempo’, como pode parecer, é ganho de tempo à medida que perfazemos nossa experiência própria com a experiência do outro.” (Gilberto de Mello Kujawski, A Crise do Século XX. São Paulo, Ática, 1988, p.47).

Dificilmente, porém, encontramos textos que sejam puramente de um só tipo. De modo geral, o  que há é predominância.

Dizemos, então, que um texto é narração, quando ele é predominantemente narrativo. Nada impede que tenha alguma coisa de descritivo ou dissertativo.

Da mesma forma, é descrição o que é predominantemente descritivo e dissertação o predominantemente dissertativo.


Na próxima edição da coluna Técnicas de redação, algumas dicas sobre O Texto e a Comunicação. Espero vocês.

14 comentários

  1. Vou acompanhar essa coluna com certeza, preciso muito aprender tecnicas de redação, ainda mais com todos os vestibulares pedindo esse tipo de coisa ^^

    ResponderExcluir
  2. Muito bacana essa ideia de post diversificado. Sempre gostei muito de português e vai ser um prazer acompanhar a coluna.

    beeijos
    quenerdissealice.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Adorei sua postagem!! Eu já conhecia os gêneros, mas achei fantástico o jeito simples com que você os explicou. E amei você ter usado trechos de livros nacionais para exemplificá-los.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  4. Olá querida!
    Achei ótima a ideia da postagem, pois assim várias pessoas que tem dúvidas em como fazer uma resenha bacana!
    Parabéns pela iniciativa!
    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  5. Oi Flor!
    Achei muito legal a postagem e vc apresentar assim daquele modo!
    Gostei dos trechos que vc usou para marcar cada parte!
    Parabéns!
    Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Muito bom a ideia de diferentes posts, vou acompanhar essas postagens relacionadas com redação, para aprender técnicas, com todos esses vestibulares por aí, é importante né?! uehue

    ResponderExcluir
  7. Oi, eu aprendi várias tecnicas de redação nos cursinhos pre vestibulares da vida e cheguei na hora do vestibular e do enem eu fui relativamente bem, sempre gostei de escrever evou acompanhar suas dicas

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá adorei este post, é uma forma muito legal de compartilhar conhecimento e de quebra ajudar pessoas que queiram se inteirar um pouco mais ou relembrar o que já sabem.
    Aguardarei outros posts.

    Bjs
    Tânia Bueno
    http://facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ótimas dicas, adorei. Estava realmente precisando de dicas de redação. Obrigado!

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Pamela,
    tudo bem?
    Adorei sua postagem, pois além de dar dicas, você foi super criativa. Seus exemplos são de livros que gostaríamos de ler, ou de livros que já lemos. Amei essa ideia.
    Parabéns pela iniciativa.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ótimas dicas, Pam! Adorei ainda mais por você ter citado alguns dos livros que já leu.
    Quando escrevo redações de tema livre, prefiro usar do gênero narrativo, mas as vezes puxa muito para o lado descritivo... kkk Dissertativo eu sou um horror!
    xoxo

    ResponderExcluir
  12. Ah esse é um post que vou salvar nos favoritos para o meu filho ler, toda dica de como escrever uma redação é útil principalmente pra quem está prestar a prestar um vestibular.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito da ideia do post, bem interessante e útil, acho que vai ajudar muitos dos seus leitores que estão na escola, e fico feliz por ver que se interessa em publicar coisas para ajudar seus leitores.
    Espero mais dicas!
    Beijos e boas leituras : )

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo certinho ?
    Parabéns por dar continuidade na coluna e compartilhar seu conhecimento conosco ! Afinal, sábio é aquele que compartilha, não o egoísta.
    Suas dicas foram ótimas e acho que ajudou muita gente, principalmente quem não pode fazer cursinho !
    Bjs, Rapha

    http://www.caixinhaderabiscos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir