[Resenha] O Doador de Memórias

12 janeiro 2015

O Doador de Memórias
Autora: Lois Lowry
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 190
5_estrelas.png (145 × 27)

Sinopse: Em O doador de memórias, a premiada autora Lois Lowry constrói um mundo aparentemente ideal onde não existem dor, desigualdade, guerra nem qualquer tipo de conflito. Por outro lado, também não há amor, desejo ou alegria genuína. Os habitantes de uma pequena comunidade, satisfeitos com a vida ordenada, pacata e estável que levam, conhecem apenas o presente – o passado e todas as lembranças do antigo mundo lhes foram apagados da mente. Um único indivíduo é encarregado de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis. Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá coragem, disciplina e muita força, mas não faz ideia de que seu mundo nunca mais será o mesmo. Orientado pelo velho Doador, Jonas descobre pouco a pouco o universo extraordinário que lhe fora roubado. Como uma névoa que vai se dissipando, a terrível realidade por trás daquela utopia começa a se revelar.

E depois de todos os contratempos que tive com o livro, finalmente consegui lê-lo \o/. O problema é que resolvi emendar com o filme e deu algo não muito agradável. Essa resenha vai ser diferente, porque eu vou comentar sobre os dois ao mesmo tempo. Espero que todos entendam e qualquer coisa, gritem que eu tento separar as coisas, rs.


Começamos a leitura de O doador de memórias com os sentimentos que Jonas, um de nossos principais protagonistas, acerca da celebração dos Doze. No mundo atual em que eles vivem, cada ano é celebrado com um avanço na independência das crianças e adolescentes. A dos Doze marca a escolha, pelos Anciãos, da atribuição de cada um, que será efetuada até a hora em que estiverem prontos para ir até onde os Idosos permaneciam, aguardando o tão esperado dia da dispensa.

Mas enquanto o grande dia não chegava, Jonas continuava com sua rotina normal. Em casa, seus pais e sua irmã Lily parecem a família perfeita, embora seus nomes não apareçam durante a narrativa do livro.

Na realidade, a sociedade toda é perfeita demais. Sem dor, sem tristeza, sem amor. Todas estas e muitas outras palavras nem existem nos dicionários e vocabulários adquiridos pela escola. Qualquer deslize deve ser seguido de um pedido de desculpas.

Ok, chega o grande dia. A Anciã começa a contar para cada um dos adolescentes qual é sua posição diante do grupo, de acordo com a ordem do nascimento. Jonas é o décimo nono, mas ela não o chama. Algo há de errado e ele não consegue enxergar o que está acontecendo, até o momento em que a nomeação termina e ele é visto como centro das atenções.

Recebedor de Memória. Um cargo doloroso, solitário. Mas ele o dividiria durante seu treinamento com o Doador de Memória, passando por todos os tipos de sentimentos e entendendo finalmente o porquê de tudo ser tão “sem cor” e monótono. Eles já haviam tido a experiência de um erro, ocorrido dez anos antes da nomeação de Jonas. Não poderiam passar por isso novamente, visto que quando um receptor de memórias pedia dispensa, todas as lembranças que ele recebeu são devolvidas para a população. Os dias não foram fáceis. Eles não estão preparados para sofrer e viver tudo como era antigamente.

8. Você pode mentir.

Paralelamente, seu Pai, que é um criador, traz um neném – que provavelmente será descartado – para casa, tentando fazer com que o tratamento dele dê resultados. Esse é um dos grandes pontos altos do livro, pois tudo o que envolve a criança, a maneira como elas são descartadas, é uma incógnita, descoberta mais para o final do livro.

Tá, acho que eu já falei demais. Vamos comparar com o filme. O início estava indo bem, até começarem a trocar as nomeações dos amigos de Jonas. Daí por diante, foi tudo mudando, inclusive o final, visto que o livro acaba no auge da ação. Fiquei feliz no começo e terminei o filme decepcionada.
Bom, resumindo. Mesmo que tenha lido diversas pessoas falando que havia se decepcionado com o livro, eu adorei. Muitos segredos começam a ser revelados e o desejo para que todos o saibam que parte de Jonas é lindo. Ele quer compartilhar tudo, mesmo sabendo que provavelmente eles não suportariam. Estou curiosa e começarei a leitura do próximo agora mesmo, rs.

A editora diminuiu o tamanho do livro, deixando-o fora do padrão dos lançamentos da Arqueiro, e mais parecido com os da Sextante. As folhas seguem o mesmo tipo dos demais títulos, assim como a diagramação. A capa foi remodelada, visto que o livro já era vendido pela editora, com o título de O Doador, desde 2009.

Com certeza o fato de terem adquirido os direitos para o cinema fez com que o livro tivesse grande repercussão e eu agradeço demais terem tido esta ideia.

Concluindo: nota máxima para o livro e nota mínima para o filme. Apenas alguns poucos pontos são levados em conta, principalmente os que abordam parte das revelações. Só.

E que venha A Escolhida!



23 comentários

  1. Eu não tinha intenção de ler o livro, apenas iria ver o filme, mas depois da sua resenha (excelente, por sinal), vou reconsiderar essa decisão.
    Gostei muito dos seus pontos de vista e argumentos da resenha, está realmente muito boa!

    Beijos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Quero muito ler O Doador de Memórias. Já comecei a ver o filme, porém acabei dormindo na metade hahahahahaha Por isso fiquei um pouco receosa de ler o livro, mas como essa é a primeira resenha e vi que foi positiva, com certeza vou ler! Espero que atenda as minhas expectativas. Amei a resenha!!!
    Beijos,
    http://www.thousandlivestolive.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem?
    Tenho muita curiosidade em ler o livro, porém assisti o filme esses dias e me decepcionei com o final e fiquei com medo de o livro terminar da mesma forma me deixando de mãos atadas, agora com a sua resenha sei que não será mas assim e fiquei mas empolgada pra lê-lo. Adorei a resenha.
    Beijos

    https://cantodelivros.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Pam, sua linda tudo bem?
    Adorei o novo layout, ainda não tinha visto!!!!!! E sua foto está linda, arrasou!!!!
    Desde que eu vi esse livro, achei o enredo super criativo e com uma história que mexe muito com a gente. Quem tem o direito de decidir o que é certo e errado em nosso nome? O que é justo e injusto em nosso nome? Quem disse que as escolhas deles são as certas? Eles queriam acabar com tudo de ruim no mundo, mas o fizerem da pior forma possível, tirando a liberdade de escolha de todos. Acho que vou adorar ler esse livro, não vejo a hora.
    Que pena que o filme não te agradou tanto.
    Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pamela!
    Ainda não li o livro e nem vi o filme, mas pelo que você disse na resenha, o livro é muito melhor que o filme né. Acho melhor começar pelo filme, e depois ler o livro para não ficar decepcionada.
    A questão abordada em "O Doador de Memórias" é diferente dos outros grandes sucessos do cinema na atualidade...ele se torna singular pelo fato de ter sido o único a pensar em ...e se todos as nossas lembranças fossem apagadas. :)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Hahaha
    Mais um filme pior que o livro, isso não é novidade. Eu ia só assistir o filme pq estava com preguiça de ler (vergonha) agora vou só ler, detesto quando o filme fica muito diferente. Parabéns pelo post, gostei da mistureba filme/livro rs.

    Bjs
    Jéssica Rodrigues
    http://www.coracaoleitor.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Pamela!
    Eu ainda não li o livro, apenas assisti ao filme e gostei bastante. Se eu gostei do filme, mesmo não sendo bom, é bem provável que eu ame o livro!
    Acho a premissa dessa história bastante interessante, um tanto quanto singular, e me fez refletir bastante quando assisti o filme.
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Eu gostei bastante do livro, mas acabei gostando ainda mais do filme #pedranela haha'
    Achei ambos um pouco confusos, mas adorei a história e estou doida para ler A escolhida.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, Pamela!
    Concordo com você, em relação ao fato do livro e filme divergirem bastante.
    Eu gostei muito do livro, mesmo preferindo a antiga capa.
    E acho que os próximos livros da série, embora cada um focado em uma história diferente, vão sendo costurados de forma a constituírem uma única peça no final.

    Abraços!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Acho que vc é uma das poucas pessoas que gostaram mais do livro q do filme, tipo, meu cunhado defende fielmente o filme e diz que é bem melhor que o livro, vai entender, né? uahsuas
    www.muchdreamer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, fiquei muito empolgada em relação a sua nota. Fiquei muito contente mesmo, principalmente porque já estava curiosa em relação a ler este livro. Espero ler em breve. Não sei porque, mas gosto bastante dessa capa.
    Beijos e muito sucesso mesmo.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi Pam!

    Não li este livro ainda e nem vi o filme. Ainda não sei se lerei, pois tenho um pé meio atras, mas espero ler e gostar tanto quanto você. Não achei que você gostaria, mas pelo visto dele valer a pena

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  13. oi, tudo bem?
    Eu fiquei bem curiosa sobre esse livro quando lançou, mas desanimei ao ver algumas resenhas bem negativas. Vou dar uma chance a ele, mas não vou ver o filme, rs. Pelo jeito, se assistir primeiro, desanimo de ler o livro depois
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bom?
    Tenho vontade de ler o livro por causa do trailer do filme. O tempo passou e eu acabei não fazendo nenhuma das coisas, mas a narrativa dessa história ainda desperta meu interesse. Pelo que li na blogosfera, o segundo livro não possui o mesmo protagonista, porém se passa no mesmo universo.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Pam!

    Não é surpresa o filme não ter te agradado, e isso é que me deixa com pilha quando vou ver uma adaptação. Bem quanto ao livro, na Bienal fiquei muito curiosa para lê-lo por causa do trailer do filme e gostei de saber que o livro te agradou e que sua nota foi máxima, vi o segundo livro baratinho e acho que vou adquirir ambos. :D

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  16. Ola Pam que pena que a adaptação não ficou boa, eu comecei a ler o livro e achei bem parado, mas irei terminar .Cheguei a ler sobre a criana e fiquei bem curiosa com o destino dela. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  17. Oi linda, ainda não me empolguei a ler esse livro, mas mesmo assim a sua resenha ficou ótima,explicou bem os dois lados, do livro e do filme.

    E que pena que o filme te decepcionou, trocar fatos dos livros em filmes parece que é uma coisa que eles ama né?Nunca vi, também não gosto quando isso acontece.

    bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi flor, já li mesmo com a sua resenha empolgada quanto ao livro, eu ainda não me interessei pelo livro.Sei lá, ainda não senti vontade de lê-lo no momento.

    Gostei muito da sua resenha, soube dizer o que gostou no livro e o porque de não ter curtido tanto assim o filme, e que pena que mudaram algo no filme, o povo que tem mania de mudar a história real do livro quando esse vira filme.

    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Eu estou muito afim de ler esse livro, acho a proposta dele muito boa. Além de querer ler, para assistir o filme akjdlkajsd Fiquei feliz com sua resenha positiva, pois as criticas em torno do filme são enormes. Aí me desmotivou a ler o livro. Mas existem tantas adaptações não fieis, que não da pra deixar uma leitura passar por isso.

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Pamela, tudo bem?
    Não li o livro por falta de oportunidade mas eu já assisti o filme a graças a ele tive interesse no livro. Não sei se é uma boa adaptação porém o filme me chamou a atenção e graças ele quero o livro.
    Adorei sua resenha e espero logo ler eu mesmo o livro.

    ResponderExcluir
  21. Olá Pam!
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro. Acho a história muito interessante.
    Eu não vi o filme, por que se ver não vou querer ler o livro.
    A sua resenha está ótima e me incentivou a ler o livro e ver o filme pra tirar a prova. kkkkkk
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Que bom que é nota máxima pra a obra e minima para o filme, pq eu vi o filme e não gostei, até por isso, deixei a leitura de lado! Beijos

    ResponderExcluir
  23. Quase sempre uma decepão assistir as adaptações depois de ler os livros,isso é tão injusto ...

    Eu não tive vontade de ler esse livro,nada nele me atraiu,a premissa é até boa,mas nem depois de ler sua resenha senti vontade...

    Ótima resenha,mas não consigo me animar para lê-lo.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir