[Primeiras Impressões] Dez coisas que aprendi sobre o amor

10 agosto 2015

A Editora Novo Conceito enviou para os parceiros uma super novidade. O livro Dez coisas que aprendi sobre o amor é a nova aposta deles e conseguimos ler as primeiras 28 páginas. Bacana, não é mesmo? Quer saber o que você pode encontrar no livro de Sarah Butler? Só conferir as primeiras impressões abaixo!

Dez coisas que aprendi sobre o amor
Autora: Sarah Butler
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 256
Sinopse: Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?


Através da doce e rápida escrita de Sarah Butler, conhecemos pai e filha, Daniel e Alice, ora pela perspectiva de um, ora pela do outro. Mas antes de cada novo capítulo, você deve prestar atenção na lista que cada um criou. São dez coisas que fazem-nos felizes ou tristes.

Alice não conhecia seu pai. Daniel não conhecia sua filha. Mas a doença dele fez com que os dois se vissem, depois de tantos anos.

O câncer não é algo fácil de ser enfrentado, principalmente quando se está sozinho. E é aí que entra a companhia de Alice.

A história flui, assim como as águas do Tâmisa, entre acontecimentos passados ou que estão, eventualmente, ocorrendo na vida dos dois!

Não temos muito mais informações, devido às poucas páginas lidas. Mas com certeza este será mais um livro que vai me levar às lágrimas. Aliás, a editora está apostando justamente nestes. Isso é injusto, rs.

Estou super ansiosa pelo que a narrativa de Sarah nos proporcionará!

E fica aqui as minhas dez coisas que eu sei sobre o amor:

01. Ele é mágico;
02. Não tem raça, cor, credo, opção sexual;
03. É capaz de ferir;
04. É capaz de matar;
05. É estar apaixonado todos os dias pela mesma pessoa;
06. É estar apaixonado por mais de uma pessoa;
07. É se apaixonar não só pelo desconhecido;
08. É suar frio quando as mãos se tocam;
09. É acelerar o coração quando se abraçam;
10. É morrer – e continuar vivendo.


Um comentário

  1. to doida para ler esse livro logo! a historia parece ser boa e vc so deu pontos legais que faz ter vontade de ler! usahu
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir