[Resenha] Predestinadas

24 setembro 2015

Predestinadas
Autora: Jessica Spotswood
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 288


Sinopse: Cate Cahill acabou de ser apagada da memória de Finn, o grande amor de sua vida. A responsável por essa traição foi Maura, uma de suas irmãs, e Cate está certa de que nunca vai conseguir perdoá-la. Enquanto isso, Tess, a caçula, está às voltas com visões cada vez mais assustadoras.Como se não bastasse, a Nova Inglaterra vem sendo tomada por uma febre mortal sem precedentes. Preocupada, Cate quer ajudar a todos, mas é impossível fazer isso sem revelar seus poderes e, assim, aumentar a fúria dos Irmãos da Fraternidade, os implacáveis caçadores de bruxas.Em meio a desavenças com suas aliadas em potencial, Cate terá que se desdobrar para conseguir prestar o auxílio que deseja, proteger Tess e Finn e lutar por uma nova ordem que permita que as bruxas sejam representadas no governo de sua cidade e não precisem mais se esconder.Predestinadas é o desfecho de uma saga permeada de delicadeza, cores, magia e fortes emoções. As irmãs Cahill terão que enfrentar os maiores desafios de sua vida, e o amor que sentem uma pela outra será fundamental nessa jornada.

E depois de muito tempo com o livro aqui na minha estante, intocado, eu decidi me render ao último momento meu com as irmãs bruxas mais queridinhas do meio literário. E sim, esta resenha provavelmente terá spoiler dos volumes anteriores. É inevitável, me perdoem!

- Não ligo se vocês dançam com o diabo todas as noites.

Cate está enfrentando maus momentos desde que Maura apagou as memórias de Finn, seu ex-noivo, durante a fuga do Hospício de Harwood. O sonho da jovem era se casar com ele depois que tudo se encaixasse, mas agora isso não seria mais possível. Agora ela quer vingança, e fará de tudo para ver a irmã sofrer tudo o que ela está sofrendo. Mas com Tess como oráculo, e as visões que ela anda tendo, Cate deixa a punição contra Maura de lado e permanece inabalável ao lado da caçula. O medo de que ela esteja ficando louca é grande e todo o cuidado é bom nesses casos.

Mesmo com os surtos, Tess demonstra ter muito mais que seus pouco mais de doze anos. Ela consegue se concentrar e aumentar ainda mais seu poder. Sua magia vai ser de grande utilidade no decorrer da narrativa, mas o melhor foi deixado para o final.

Ao mesmo tempo, a Fraternidade passa a ser comandada pelo irmão O’Shea, bem pior que o anterior. Ele consegue realizar um de seus sonhos logo após a fuga das bruxas e das inocentes do Hospício: a volta dos enforcamentos e das grandes fogueiras às suspeitas de bruxaria. E é claro que Cate não pode ver inofensivas damas sendo mortas sem culpa.

Paciência nunca foi uma das minhas virtudes.

Dentro da Irmandade o cenário também muda. Irmã Cora falece e Irmã Inez é quem assume seu lugar. Ao contrário da antecessora, ela não quer saber de meios pesos e meias medidas. Tudo para ela é sinônimo de guerra e não pensa duas vezes em entregar os outros para salvar sua própria pele. E é ao lado dela que Maura resolve escolher viver.

Mas será que elas conseguirão sobreviver à série de acontecimentos que ainda estariam atravessando a vida das três irmãs? Será que elas sobreviveriam a tão temida maldição? Uma delas iria mesmo morrer pelas mãos da outra? E qual delas seria? Nós conseguimos mudar o rumo de nossos destinos?

Jessica Spotswood resolveu deixar toda a emoção que estava contida nos dois volumes anteriores para finalizar a trilogia com chave de ouro. E eu esperei por um acontecimento o livro inteiro e... buuuuuuum. Quando chegou o final e não aconteceu, eu fiquei bem nervosa. Tia Jess, não pode fazer isso :c hahahahaha.

E eu juro que queria um pouco mais de Finn. Ah, como queria <3 .

Sabe o que mais eu queria? Que a Maura apanhasse um pouco mais. Cate se conteve muito e, se fosse eu, já teria matado-a no primeiro livro mesmo hahaha. O menininha mimada u.u

A diagramação interna manteve o mesmo padrão dos livros anteriores, assim como a capa, simples, que sempre dá destaque ao personagem feminino. Vi um pequeno erro de gênero em um dos trechos do texto, mas nada que atrapalhe significativamente a leitura.

E eu vou ter muitas saudades agora :c . 


6 comentários

  1. Eu li os dois primeiros a um tempo atrás e eu ameeeeei!
    Pena que tenho um bilhão de livros para ler, se não já teria comprado esse e terminado logo, estou mega curiosa e sua resenha me deixou mais ainda!
    Parabéns pela resenha, adorei.
    Beijoss
    estantedorefugio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu estou muito curiosa pra começar essa trilogia. Ainda não tive oportunidade e tempo de ler, mas algo me diz que vou simplesmente adorar seu desenvolvimento e desfecho. Adoro personagens bem construídos, aqueles que te fazem te envolver loucamente com a história. Fico feliz que tenha gostado e o fato da trilogia ter sido fechada com chave de ouro e tão bem feita me animou também.
    Espero poder fazer a leitura em breve e me deliciar com ela.
    Abçs!!

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler essa série As Crônicas das Irmãs Bruxas, só tenho lido comentários super positivos sobre os livros e como esse estilo de história é um dos meus preferidos tenho certeza que irei gostar da história.
    Sua resenha está muito boa e Predestinadas parece ser realmente muito bom, fiquei mais ansiosa ainda para começar a ler a série.

    ResponderExcluir
  4. Eu sou suspeita para falar dessa série, porque sou completamente apaixonada por ela desde as primeiras páginas do primeiro volume. A forma como a autora nos envolve nessa trama de intrigas, rixas e mentiras, juntamente com elementos de magia e protagonistas fortes é incrível. Maura é uma das personagens mais odiáveis que eu já conheci, enquanto Tess é o amor da minha vida hahahahaha Cate e Finn são um casal fofo demais, e eu sofri muito quando Maura conseguiu enfim separar os dois, foi triste demais! Adorei tua resenha e não vejo a hora de concluir a trilogia também!

    ResponderExcluir
  5. Eii,já ouvi várias vezes desta série mas nunca me interessei por ela,por ver poucas pessoas falando bem dela,para falar a verdade de todas a resenhas que eu li até hoje você foi umas das únicas que deu 5 estrelas,por isto acho que sua resenha me cativou tanto,o seu amor por esses livros fez com que vc falace dele como ninguém nunca falou ,parabéns bjs

    ResponderExcluir
  6. OiOi Pamela!
    Li o primeiro volume da série, e me apaixonei por alguns aspectos, mas me decepcionei um pouco com outros. Esperava uma série de bruxas de tirar o fôlego, mas tudo é meio morno.
    Contudo, eu sigo curiosa para ler os outros dois volumes, e acredito que vou ter a mesma reação que você sobre o Finn haha Adoro ele com a Kate e ela fazendo magias involuntárias ~fofas~ quando tá com ele <3
    Ótima resenha!

    Beijocas :*
    @pirulitolimao | A Garota da Livraria

    ResponderExcluir