[Resenha] Neblina

07 junho 2016

Neblina
Autora: Adalgisa Nery
Editora: José Olympio
Número de Páginas: 208
Onde comprá-lo: Amazon 
Sinopse: O segundo romance de Adalgisa Nery, publicado pela primeira vez em 1972, tem como protagonista uma mulher que sofre uma complicação cirúrgica e fica acamada e emudecida. Fragilizada por essas dificuldades, essa personagem se mostra poética e incisiva ao mostrar o profundo desprezo pela própria família, que tenta se aproveitar de sua condição. Aqui, vemos o talento de Adalgisa para narrativas mais longas aflorar, em um texto verdadeiro, cuidadoso e original.

Desde o ano passado, o Grupo Editorial Record anda relançando antigos livros de seu acervo. Alguns deles já foram resenhados por aqui, como títulos escritos por Cortázar. Chegou a vez de Adalgisa Nery. Podemos encontrar em suas obras tanto a poesia quanto o romance. A segunda opção é a que se encaixa em Neblina, sendo seu segundo romance publicado, originalmente em 1972.

Em seu enredo, encontramos uma mulher casada que se isola da vida social, de todos, após uma experiência de quase morte na mesa de cirurgia. Tudo se torna monótono e a vontade de viver se esvai. Abandonada em um quarto, totalmente fechado, tudo se parecia com os sintomas da doença do século: a depressão.

Visando aumentar a renda, jogam-na em um porão e alugam seu quarto. Tudo muda quando os inquilinos chegam, pois é a partir de então que finalmente nossa protagonista desabrocha e começa a contar tudo o que acontecia desde então.

Narrado em primeira pessoa e em forma de memórias de nossa protagonista, conhecemos sua vida. Ele não é fácil de se ler, pois nos traz uma imensidão de detalhes importantíssimos para o entendimento do todo. Mas para quem gosta de desafios, ele é ótimo!


A diagramação interna está simples, no padrão da maior parte dos livros que a José Olympio publica. Não encontrei erros de revisão e a capa está simples, mas belíssima.

Nenhum comentário

Postar um comentário