[Resenha] Felicidade Incurável

27 dezembro 2016

Felicidade Incurável
Autor: Fabrício Carpinejar
Editora: Bertrand Brasil
Número de Páginas: 272
Onde comprá-lo: Amazon | Submarino

Sinopse: A “Felicidade Incurável” é aquela que nunca está reunida em um único lugar; é aquela que nem a tristeza consegue levar. A felicidade incurável contraria diagnósticos e medos, supera fobias e traumas e não se diminui perante o pessimismo dos outros. A felicidade incurável é aquela que não adoece. Com uma passionalidade reflexiva e racional, o autor, notável por sua prosa absolutamente passional e sincera, protege seu ímpeto sem perder a responsabilidade. Um atlas do que Carpinejar acredita ser um relacionamento, Felicidade Incurável trata de mudança de mentalidade amorosa e da família, diferentes fins de casamento, amizades em tempos eletrônicos, divertidas implicâncias de casal, debate sobre o que é alegria e liberdade e sugere: seja feliz por uma questão de justiça pessoal. 


Acompanhei por muito tempo o Carpinejar pelas redes sociais, mas foi somente com Para onde vai o Amor? que tive meu primeiro contato com sua escrita no papel. 


Felicidade Incurável apareceu em um dos pedidos do Catálogo da Record e não pensei duas vezes antes de solicitá-lo. E é com grande alegria que digo que esse foi mais um dos poucos livros lidos que entrou para a lista de queridinhos de 2016. Mesmo que sua leitura tenha se arrastado por pouco mais de um mês, não foi pelo fato de ele ser ruim, mas sim totalmente o contrário. Quis absorver o que pude de cada crônica que há no livro (e olha que são apenas 115, rs). 

Diferente da obra anterior, nesta acompanhamos crônicas que abordam um único tema: a felicidade, seja ela por causa de um amor, de amigos, em suma, a felicidade em sua forma mais pura e levada ao pé da letra. Ser feliz e propiciar isso aos demais que estão ao seu redor é algo que apenas você deve decidir se realiza ou não. E é essa uma das coisas que ele mais deposita nas linhas, parágrafos e páginas de Felicidade Incurável.


A diagramação do livro seguiu o padrão dos livros anteriores do autor, publicados pela Bertrand Brasil, tudo muito simples e de fácil acesso para a leitura. A capa é toda "emborrachada", se posso assim dizer, além de singela e chamativa.

Em suma, Carpinejar é pura poesia, seja qual for o gênero textual que ele escolha para colocar em palavras tudo o que sente e vivencia. 


21 comentários

  1. Olá,

    Já tinha visto essa obra no catálogo da editora, não sabia que se tratava de crônicas, abordando o assunto da felicidade. Parece ser uma leitura muito prazerosa e reflexiva, ao mesmo tempo em que deve abrir um senso de otimismo no leitor. Eu não conhecia o Carpinejar, mas agora fiquei bem curiosa e pretendo dar uma conferir. O livro realmente está com um trabalho gráfico digno aos olhos, depois da sua resenha sinto que preciso adquirir o meu logo.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu já vi umas três resenhas relacionados a esse livro eu tenho uma baixa vontade de ler só pelas críticas que lixas resenhas. Acho a capa muito bela e se dúvidas deve ser uma leitura bem agradável. Espero poder ler esse livro ano que vem e o mais breve possível! Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Ola
    Eu nao conhecia esse titulo, mas adorei poder conferir suas impressões a respeito. Confesso que não leio muitos livros desse gênero, mas a capa ja chamou a minha atenção a principio e depois de ler seus comentários fiquei mesmo bem motivada sobre o desenvolvimento, e especialmente por também ja conhecer o trabalho do autor.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Oi!

    Tenho bastante curiosidade em ler esse livro, pois ele me passa uma sensação muito boa só de olhar para ele. Adoro ler e escrever Crônicas, então com certeza será um livro que me agradará bastante. Adorei sua resenha, espero ler no ano que vem.

    beijos =)

    ResponderExcluir
  5. Já tinha ouvido falar sobre os livros desse autor e parece que está agrandando a todos. Ainda não pude conferir nenhum, mas Felicidade Incurável já vem chamando a minha a atenção há algum tempo. E depois dessa resenha, já o quero desesperadamente.
    Aliás, adorei a resenha.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Ja vi essa capa mas nunca parei pra ler sobre do que se tratava.
    Gostei bastante da sinopse e suas considerações.
    Espero poder ler em breve.

    Até a próxima!

    Camila de Moraes - Blog Book Obsession

    ResponderExcluir
  7. Olá eu nunca tinha ouvido falar desse livro mas gostei da temática que ele aborda. Felicidade é um.tema leve e que é impossível não sorrir só com ele. Espero que eu consiga ler esse livro algum dia e que eu goste dele tanto quanto você. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Acredita que ainda não li Carpinejar?
    Morro de curiosidade, mas não surgiu a oportunidade ainda. Achei sua resenha muito interessante e gostei de saber que o livro é sobre a felicidade, pois acho esse sentimento tão bonito e gostoso de ser sentido.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Ainda não li a obra mas só do jeito que você contou sobre o que achou, já me deu uma vontade louca de saber sobre cada crônica e a paz que esse livro deve transmitir; quero ler o mais breve o possível para saber mais a visão dele sobre a felicidade.
    Beijos, Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Caramba, 115 crônicas? Realmente, não me surpreendo por ser uma leitura tão arrastada. É o tipo de livro que temos que ter paciência e absorver as histórias aos poucos. Achei o tema muito legal, pois hoje em dia há muitas pessoas que "procuram" a felicidade e não percebem que ela está bem diante de seus olhos, e já estou curiosa para conferir, ainda mais porque muitos falam bem de Carpinejar. Espero ter a oportunidade de ler um dia.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  11. Oie!!!
    AInda essa semana uma amiga me deu ótimas referências sobre Pra onde vai o amor? Ela me recomendou demais, dizendo que ele escreve muito bem. Anotei a dica dela e não sabia q ele tinha outra obra. E, pela sua resenha, parece-me que é tão bom qto.
    Eu, as vezes, vejo o Carpinejar em programas de tv e acho os comentários dele bem pertinentes.
    Dica anotada e já tô bem curiosa pra conhecer a escrita dele.
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Oi Pam
    Sempre que vejo suas resenhas do autor, fico imaginando que estou perdendo algo, mas sinceramente fico com o pé atrás com crônicas, mas ano que vem estou querendo dar oportunidade aos que não costumo ler, vou anotar o nome do livro e dar essa oportunidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi oi,
    Fico muito feliz que você tenha gostado do livro, é sempre ótimo embarcar em uma leitura assim... Ainda não tinha prestado a atenção nos livros do autor, mas olhando bem, vou gostar bastante.
    O livro tem uma ótima premissa, e uma escrita inovadora. Gosto muito do gênero, isso me fez gostar mais da história criada pelo autor.

    P.S a sua resenha me deixou curiosa a conhecer mais obras do autor, vou ver se dou uma chance ao livro. Ótima dica, vou iniciar meu ano com leituras positivas.

    Beijos, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  14. Eu também pediria este livro para ler, afinal temos ai um livro que podemos sempre consultar, trazendo mensagens diretas para que encontremos a felicidade. A premissa do livro é encantadora, vou ler assim que puder.

    ResponderExcluir
  15. Oi Pam,
    Sei bem como é demorar para ler livro de conto/crônica por querer absorver cada pedacinho da história.
    Eu não li nada do carpinejar(ainda) mas é um dos autores que quero ler em 2017.

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Tenho lido resenhas muito positivas desse livro e embora não goste muito de contos/crônicas, quero muito investir nessa obra, principalmente pela temática que é muito linda.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  17. OOi!
    Acho que vi o título em algum post de lançamentos da editora. Parece ser um livro bem rico e reflexivo, e apesar de não ter nem ler muitos livros assim, esse me interessou.
    Dica anotada!

    ResponderExcluir
  18. Eu também só acompanho o carpinejar nas redes sociais e adoro os textos dele, fiquei bem feliz quando soube que ele publicou um livro, e quero muito ler pois adoro crônicas, ainda mais dele

    ResponderExcluir
  19. Amei a frase: seja feliz por uma questão de justiça pessoal! Nossa, preciso conhecer a escrita do autor, ainda mais depois de saber que ele é pura poesia, independente do gênero que escreve.
    Feliz 2017!!

    ResponderExcluir
  20. Olá, não conhecia a obra e fiquei encantada por essa capa, kkkk

    Gosto muito de ler esse gênero, pois faz com que passamos horas refletindo sobre nossas atitudes.

    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Não conhecia o autor ainda e já estou me arrependendo. Amei tudo o que você falou sobre o livro, quero ler esse livro urgentemente.
    Ps. Que edição mais linda, parece que o livro até brilha hahaha

    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir