[Resenha] Big Rock

28 maio 2017

ATENÇÃO! CONTEÚDO ERÓTICO!

Big Rock
Autora: Lauren Blakely
Editora: Faro Editorial
Número de Páginas: 224
Onde comprá-lo: Amazon

Sinopse: O movimento das ondas é importante, minhas amigas, mas não é tudo. O tamanho do barco não deve ser desprezado. E eu tenho os dois de sobra. Na verdade, eu tenho TODOS os atributos. Boa aparência, inteligência, dinheiro e um grande instrumento. Você deve estar pensando que sou um cretino. É o que parece? Sou sexy como o pecado, rico como o paraíso, esperto feito o diabo e muito, muito bem dotado. Mas você ainda não conhece a minha história. Eu ganhei fama de playboy em Nova York. Talvez eu seja mesmo. Mas a verdade é que sou um grande cara. E isso me torna muito especial. O único problema é que meu pai me pediu para manter a discrição por algum tempo. Um empresário tradicional pretende comprar nossa joalheria e ele quer não apenas que eu mantenha o zíper da calça fechado, mas que também finja que sou um cara comprometido. Tudo bem, eu posso fazer isso. Afinal, sou grato por ter herdado dele esta joia de família. Então, pedi para a minha sócia e melhor amiga, que se passasse por minha noiva por uma semana. Charlotte topou. Ela tem seus próprios motivos para querer encarar esse desafio. E, em pouco tempo, toda essa encenação de noivado em público nos levou a aventuras bem reais, na cama, porque simplesmente não há fingimento nenhum nos orgasmos alucinantes que Charlotte tem quando transamos. Orgasmos que a fazem gemer até quase desmaiar. Sim, eu sei como levar essa mulher às alturas entre os lençóis. Mas não posso negar que começo a sentir algo real e diferente com ela. Droga! Em que confusão essa minha cabeça está me metendo? 




Spencer Holiday é um gostosão de trinta e poucos anos, que sabe muito bem executar as tarefas que lhe são propostas, com as duas cabeças, rs. Dono de um bar, juntamente com sua melhor amiga e sócia, Charlotte, ele é bem sucedido em tudo o que coloca as mãos. Principalmente quando o assunto é mulher. Mas esse lado garanhão deve ser deixado de lado por aproximadamente uma semana, tempo o suficiente para seu pai fechar o negócio e vender a joalheria da família a um empresário conservador e que preza os bons costumes. O patriarca deseja se aposentar e passar mais tempo ao lado da esposa, que lhe rende uma maravilhosa e feliz vida. Acho que não seria tão difícil. Ou seria?

Ao conhecer o sr. Offerman ele descobre que isso seria mais difícil do que ele imaginava. É claro que o homem havia sondado sua vida e descoberto que ele não era dos mais religiosos, por assim dizer. A cada semana ele aparecia com uma outra jovem a seu lado e isso não era bom para os negócios. E é meio que encurralado que ele resolve afirmar que não só estava com apenas com uma mulher como também que a havia pedido em casamento no dia anterior. Como Spence não conhecia uma mulher melhor para isso, afirmou ainda que era sua sócia, Charlotte. Agora ele realmente estava em uma enrascada e não sabia se essa história daria certo.

Charlotte topou na hora participar da "mentirinha", pensando em ajudar o amigo, mas também em ajudar-se, visto que havia se separado do ex e ele ainda estava pegando em seu pé. Era o momento perfeito de se livrar dele de uma vez por todas. E ela conseguiu. Mas será que nenhum dos dois vai acabar se envolvendo de uma maneira mais intensa e profunda? Acabar com a amizade não é algo que os dois desejam, mas será que não é inevitável?

Ela é a mulher mais linda que ele já viu. A mais companheira e a que mais entende sua vida, seus gostos. Ela é tudo. Seu cheiro é adocicado como o mel e ele mal vê a hora de colocar seus lábios em todas as partes de seu corpo. Mas que besteira é essa que ele estava pensando. Eles eram melhores amigos. Isso não podia acontecer. E o que fazer quando os dois já estão entregues a um sentimento puro e verdadeiro, passando por cima de todos os desafios e regras que criaram para que esta uma semana passasse e corresse de forma com que os dois se livrassem de seus problemas?



Eu fiquei completamente encantada com a escrita e a narrativa construída por Lauren Blakely, principalmente pelo fato de nunca ter tido nenhum contato com os escritos da autora. A única coisa que sabia realmente era que se tratava de um livro erótico e, como a maioria já sabe, prefiro me abster de qualquer outra informação que não seja o gênero. As sinopses costumam nos contar mais do que gostaríamos de saber, então é algo que eu pulo em 99,9% das minhas leituras. É claro que vez ou outra, quando bate aquela dúvida, acabo recorrendo a este artifício, mas é raro. E o mesmo aconteceu aqui. Apenas fui atrás do Goodreads agora para fazer a resenha e contar um pouco mais do que acontecerá com essa série - se é que podemos chamá-la assim. 

Chegando ao final do livro, descobrimos que a Faro irá publicar sua continuação. E pasmem... NÃO É UMA CONTINUAÇÃO. Pera que eu já explico: os livros tem mais ou menos o mesmo segmento que os da Abbi Glines. Cada livro é sobre um personagem diferente, mas que se interligam entre si no final das contas. Deu pra entender? Acho que sim. Mas vamos exemplificar... Aqui em Big Rock temos Spencer, mas ao mesmo tempo conhecemos outros personagens, como Nick, que será o personagem principal do próximo livro. Acho que agora ficou mais claro. E pelo que percebi, ele é bem mais sensual e boca suja que Spence. Se eu já estou doidinha pela continuação? Magina, rs. Aliás, FARO, DEIXA A CAPA IGUAL ESSA AQUI QUE EU COLOQUEI EMBAIXO. NUNCA PEDI NADA, rs.


A capa é uma beleza a parte, não é mesmo? E essa frase de efeito já deixa todo mundo com cara de: eu não acredito nisso :o . Eu precisei ler ele com uma capa, porque né, tava certo que eu tava lendo putaria, rs. A vergonha me corroeu, confesso, mas o conteúdo me deixou extremamente feliz, HAHA. Com relação à diagramação interna: relativamente simples, no padrão dos demais livros da editora, com exceção da abertura do capítulo (como se pode ver na última foto deste post). O papel é o pólen, mas aquele que tem textura de jornal. Confesso que este é um dos que menos gosto, porque se pegar umidade, esquece, ele fica amarelo até dizer chega.

Resumindo, é aquele tipo de livro que te consome do início ao fim, te puxa totalmente para dentro da trama e que te faz ficar viciada. Quero o próximo para ontem, rs. E se preparem. O final é clichê, mas todo o resto te faz pegar fogo ;) 


Nenhum comentário

Postar um comentário