[Resenha] Um Beijo no Teu Sorriso

06 abril 2015

Um Beijo no teu sorriso
Autor: Júlio César Rocha
Editora: Novo Século - Novos Talentos
Número de Páginas: 560
Sinopse: Um beijo no teu sorriso - Logo nas primeiras conversas no Caminho da Fé, Mariana e Caio descobrem uma grande afinidade: são catopíritas, ou seja, católicos simpatizantes do espiritismo. Eles acreditam na reencarnação, assim como grande parte dos católicos no Brasil. Parece simples, mas nem tanto. O princípio da reencarnação diz que depois que o corpo morre, o espírito passa para outro corpo em busca de uma evolução ao longo da eternidade. Mas, isso vai contra a ressurreição do catolicismo, onde as pessoas têm apenas uma vida sobre a terra e, após a morte, devem ressuscitar para enfrentar o juízo de Deus. Diante dessa realidade, Caio diz para Mariana que a crença na reencarnação é tão forte entre os católicos brasileiros que isso tornou o catopiritismo a maior religião do Brasil.

Logo que vi o livro, o título me ganhou. Talvez por ser tão simples e singelo, conseguiu despertar certa curiosidade, chegando ao ponto de ler a obra. Quando ouvi sobre ele no evento Troca Literária, tive certeza da escolha certa que fiz.

Como já havia mencionado aqui, esse livro nos trás a trilha de peregrinação de Mariana e Caio. Ambos querem a ajuda de Nossa Senhora Aparecida, ambos com propósitos distintos: ele que salvar seu abrigo de meninos de rua, que está correndo o risco de fecha; ela quer tornar seu sonho de ser mãe realidade, já que depois de um tempo de casamento e já com idade um pouco avançada, não consegue engravidar.

Ambos têm algumas infinidades, uma delas é catopíritas, que são católicos simpatizantes do espiritismo. Eles acreditam na reencarnação. Até aqui não conhecia essa crença. Aliás, a crença em si já tinha ouvindo algumas vezes, mas não conhecia o termo catopíritas, acabei achando bem interessante. Por sinal, pesquisando um pouco, ela é muito comum na comunidade católica do Brasil.

Algo que nos transmite ser simples, mas não é. Essa parte no catolicismo é bastante falada entre os católicos, pois no princípio da reencarnação, vai contra o que a  igreja católica acredita, visto que as  pessoas têm apenas uma vida sobre a terra e, após a morte, devem ressuscitar para enfrentar o juízo de Deus.

Caio e Mariana vão conversando durante essa jornada, que já foi feita por tanto fiéis e ainda será feita por tantos outros. Com base nessa discussão de catopíritas, Caio acredita que essa é a maior do Brasil.

Ao longo da leitura me senti, em certos momentos, com uma lentidão da leitura, mas no decorrer da história isso foi mudando, fazendo com que eu nem notasse que estava próximo das cem páginas finais.

O livro me agradou muito, conseguiu me trazer uma mensagem, ponto  que sempre gosto nos livros que leio. A fé apresentada aqui só confirmou alguns dos meus pensamentos.

O trabalho gráfico da editora foi simples, porém belo, a capa condiz com a história. Logo no início encontramos um mapa dessa jornada. A diagramação ótima para a leitura.

Indico a todos que querem uma leitura diferente, realmente tocante.




8 comentários

  1. Ola Mari, eu tento me manter longe de livros que tenha relação com qualquer religião, duas então, nem pensar.Achei curiosa essa expressão catopiritas nunca tinha ouvido, me lembrou pizza de catupiri com calopsita ( a gorda fazendo gordice kkkkk...)Quanto ao livro, amei a resenha mas passo.
    BEIJOSSsss...

    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, os livros da Novos Talentos são sempre beeem grossos, uashua, ainda não peguei um que tenha menos de 350 pags, então, a história desse não me encantou tanto, então acho que seria um trabalho árduo finalizar a leitura ^:p
    www.muchdreamer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Gostei da capa desse livro, mas não curti a sinopse. Não gosto muito de livros que têm como tema principal a religião e coisas do tipo, seja ela qual for. Não o leria, mas fico feliz que você tenha gostado.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oii Mari!

    Parabéns pela resenha!
    A capa é bem simples, mas é bem bonitinha ^^ A sinopse me chamou muito a atenção então acho que vou arriscar ler essas 560 páginas!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  5. ola flora,tudo bem?
    eu gosto de livros com fundo religiosos,mas não sei se curtiria esse. 560 páginas??? É muita coisa! E eu sou do tipo doido: ou tu é uma coisa ou é outra! Então seria interessante conhecer essa nova definição,mas ainda sim,cara é muito grande! Deixa quieto haha!
    bjus

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mari!
    A capa e o título, realmente, chamam a atenção e eu gostei.
    Mas confesso, nunca tinha ouvido falar dos catopíritas.
    Não sei se leria, neste momento. No entanto, sou curiosa, e quem sabe venha a ler Um Beijo no Teu Sorriso.

    Abraço!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Me sinto um catopírita. Estou lendo o livro.

    ResponderExcluir
  8. Adorei esse livro, muito envolvente. Mas confesso que esperava mais do final. Aquela impressão que faltaram algumas explicações. Rsrs

    ResponderExcluir