[Resenha] Alec


O QUE ALEC POSSUI...

Keela tem vinte e poucos anos e uma vida mediana. Sempre tivera tudo quando pequena, mas lhe faltava o amor de sua mãe, que preferia sua prima mais nova, Micah, do que a própria filha. E é justamente por causa da outra que nossa protagonista se fechou em seu casulo.

Micah irá se casar. Com Jason. O cara que ferrou sua vida há um tempo atrás. Ela não podia acreditar que havia sido usada e que sua prima ainda iria sair por cima, casando com ele. Mas o mais impressionante aconteceu logo em seguida... Ela foi convidada para este grandioso evento, que aconteceria nas Bahamas, um local pra lá de paradisíaco e perfeito para isso. Como conhecia sua mãe perfeitamente, era óbvio que ela teria de ir, mesmo que contra sua vontade. Só não poderia aparecer ali sozinha, ou seria alvo de chacota.

Em meio a isso tudo, sua melhor amiga Aideen está bêbada e se envolvera em uma briga em um bar. Um homem liga de seu telefone e pede ajuda para que ela chegue sã e salva em casa. Mal sabia nossa pobre Keela que ali ela encontraria o cara que mexeria de vez com sua vida. Kane e Alec estavam ajudando Ado. E de cara Kee odiou com todas suas forças o mais novo, musculoso, gostoso.

Aideen sabia da história de Alec, de ele ter sido um acompanhante de luxo e, vendo o desespero de sua amiga, resolve tentar uma aproximação dos dois para que ele a ajudasse. Mas será que depois de tudo o que havia acontecido na noite passada ele toparia?


...ALEC MANTÉM.

Este é o segundo volume da série que aborda a vida dos irmãos Slater. Então se você não leu ainda Dominic, diferente da maioria das séries eróticas que estamos acostumadas, a não ser que você queira levar vários spoilers, não indico que comece por este.

Se tem algo que eu posso dizer sobre esse livro é que por muitas vezes o doce que a Keela fazia era insuportável. Sabe quando a pessoa já demonstrou com todas as palavras e ações que está afim da outra e fica enrolando? Então. Essa menina sabe bem como fazer isso. Talvez eu tenha odiado tanto porque acabei me identificando com ela, mas tenha certeza de que Kee é mil vezes pior, JESUS.

Alec é sensual, o típico cafajeste que se torna mocinho e traz uma baita reviravolta para a história. Com certeza ele foi o personagem chave para que o livro tenha tido uma nota tão alta. E só não dei o máximo, pois, novamente, temos erros de revisão. Não tantos quanto o volume anterior, mas ainda assim me sinto extremamente chateada que isso tenha sido publicado assim. Faltou com certeza um pouco mais de dedicação por parte da revisora. Mas vida que segue e a gente continua na esperança de que o próximo se dê melhor nesse quesito.

Claro que todos os finais até agora tem seguido o mesmo padrão, beirando ao máximo o clichê, mas o grande diferencial da série escrita pela Casey é a forma com a qual ela constrói, passo a passo, a narrativa. O enredo é muito bem elaborado, não tendo nenhum fio solto e tudo tem início, meio e fim.

A diagramação interna, como havia dito na outra resenha, mudou para melhor. Agora temos uma fonte num tamanho bom para a leitura e a imagem de abertura de capítulo está disposta de uma forma mais fácil de se realizar a leitura.

A capa é o grande atrativo né gente. Convenhamos que ficamos doidas já, imaginando como será que o gostosão vai se sair ao longo do livro. E as frases de efeito estão cada vez melhores, rs. Em suma, é uma série que gosto bastante e, por ser cada livro focado em um irmão, fica mais fácil da autora acertar em cheio na mão ao escrevê-los.


"EU AMO VOCÊ ATÉ NETUNO E DE VOLTA."


Alec
Série Irmãos Slates Vol.2
Autora: L.A. Casey
Editora: Bezz
Número de páginas: 376
Onde comprá-lo: Amazon

Sinopse: Keela Daley é a ovelha negra da família. Ela sempre ficou em segundo lugar em relação à sua prima mais nova, Micah. Mesmo aos olhos de sua mãe, Micah brilhava, e Keela desaparecia por completo. Agora, na idade adulta, Micah é uma futura noiva e os holofotes são exclusivamente para ela. Keela é uma prioridade baixa... ou, pelo menos, é isso que ela pensa. Alec Slater é um solteirão assumido, nunca dorme duas vezes com a mesma mulher – ou homem. Ele é livre para fazer o que lhe agrada, sem dar satisfações. Isso até que uma ardente ruiva irlandesa, com um temperamento combinando com a cor do seu cabelo, lhe dá um nocaute. Literalmente. Keela odeia admitir, mas precisa de um favor do generoso irmão Slater, um grande favor. Ela precisa dele para não apenas acompanhá-la ao casamento de Micah, mas também para fingir ser seu namorado. Alec concorda em ajudá-la, mas com certas condições para ela cumprir. Ele quer seu corpo e planeja tê-lo antes que os noivos digam “aceito”. O que ele não planejava era perder o coração, bem como a possibilidade de perder sua família quando alguém de seu passado ameaça seu futuro. Alec possui Keela, e o que Alec possui, Alec mantém.


6 comentários

  1. Oii Pamela, estou aqui me perguntando com,o eu nunca ouvi flar dessa série, ainda mais por ser um dos gêneros que amo ler...
    Gostei demais do enredo, preciso conhecer os irmãos Slater!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Pamela, tudo bem?
    É, essa capa realmente conquista haha
    Nossa que diferente, bom saber que precisa ser lido na ordem, porque como você mesmo citou, a maioria dos livros não precisam disso nesse gênero.
    Eu odeio protagonistas insuportáveis kkk, mas no final sempre nos identificamos,nem que seja um pouquinho.
    Uma pena a revisão ter essa falha, eu li um livro recentemente que tinha isso e me deixou MUITO incomodada. Espero que o próximo volume melhore isso.
    Vai para a lista de desejados sem dúvidas, adoro livros assim.
    E parabéns pela resenha, ficou linda.
    Beijos!
    http://lostwordsin.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não li esses livros ainda mas gosto bastante de histórias assim, não gostei muito de saber que a mocinha faz muito doce pois não tenho muita paciência para isso,mas pelo que parece o resto do livro é bom.
    Amei a capa mas gostei mais da do Dominic achei mais misteriosa.

    ResponderExcluir
  4. Pamela!
    Não li ainda, nem esse, nem Dominic, mas já pela capa, me senti atraída e se Alec é aquele tipo meio cafajeste (só na fachada), já me agradou ainda mais.
    Mesmo sem clichê (como ter romance sem ele, né?) quero apreciar a leitura.
    “Não acredite em tudo que ouvires! Há mentiras que sempre serão ditas, e verdades que jamais serão pronunciadas...” (Eliane Azevedo)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Li o primeiro livro da serie Dominic e confesso não gostei muito desse primeiro livro, mas ainda assim resolvi da uma chance para Alec, para mim não é o melhor livro da serie, mas gostei muito mais dele do que do primeiro, Alec com certeza é um personagem que nos conquista e isso foi o que me fez gostar da serie, seus personagens que tem aquele carisma que nos conquista !!

    ResponderExcluir
  6. Ainda não vi esses livros Eu não conhecia a autora mas eu realmente não sou muito fã desse jeito que alguém mente é erótico e esse é um gênero que eu realmente não gosto então acho que eu vou deixar a sugestão de lado

    ResponderExcluir