Resenha número 66.

22 março 2012


A Bolsa Amarela
Autora: Lygia Bojunga
Editora: Casa Lygia Bojunga
Nota: 

Sinopse: A Bolsa é a história de uma menina que entra em conflito consigo mesma e com a família ao reprimir três grandes vontades (que ela esconde numa bolsa amarela ) - a vontade de crescer, a de ser garoto e a de se tornar escritora. A partir dessa revelação - por si mesma uma contestação à estrutura familiar tradicional em cujo meio "criança não tem vontade" - essa menina sensível e imaginativa nos conta o seu dia-a-dia, juntando o mundo real da família ao mundo criado por sua imaginação fértil e povoado de amigos secretos e fantasias. Ao mesmo tempo que se sucedem episódios reais e fantásticos, uma aventura espiritual se processa, e a menina segue rumo à sua afirmação como pessoa. 


Apesar de "A Bolsa Amarela" ser infanto-juvenil, na minha opinião é um livro bastante maduro, e eu recomendo não apenas para crianças, mas também para adultos.
Raquel (protagonista da história) é a filha mais nova e a sua diferença de idade com relação a dos irmãos é bastante grande, fazendo com que ela pareça um bebê na frente de toda a família. Desse jeito, convivendo com adultos que não ligam para a opinião de uma criança, a menina procura esconder suas vontades (a vontade de ter nascido menino, de ser escritora e de ser crescer logo) de tanta vergonha e de não aguentar mais os irmãos caçoando.
Já no início do livro Raquel manda cartas para um amigo que ela mesma inventou, e é censurada por um de seus irmãos. Ela então resolve escrever um conto sobre um galo fugitivo, mas se fecha totalmente quando a família descobre a história e começa a rir da menina.
Até que ela fica com a bolsa amarela da tia, uma bolsa tão grande que Raquel esconde suas vontades e seus novos amigos lá dentro, começando assim uma grande aventura.



Sobre a autora: Lygia Bojunga nasceu no Rio Grande do Sul, em 26 de agosto de 1932. Iniciou a sua vida profissional como atriz, tendo-se dedicado ao rádio e ao teatro, até voltar-se para a literatura.

Um comentário

  1. É um drama que aflige muitas crianças se formos pensar, e ver que a autora aborda no livro, faz com que eu tenha um grande interesse na leitura. Gostei da resenha, esta anotado o livro =D

    Bjs

    daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir