Resenha: Jarbas, por André Bozzetto Jr. #119

05 novembro 2012


Jarbas
Autor: André Bozzetto Jr.
Editora: Estronho
Nota: 
Sinopse: Em 1984 Jarbas era apenas o nome de um garoto interiorano fã de livros e filmes de terror. Porém, em 2009 esse mesmo nome já havia se convertido em uma expressão capaz de despertar o mais genuíno pavor entre todos aqueles que sabiam de sua existência. Transformado em um lobisomem brutal e perverso, Jarbas passou a ser temido pelos humanos, odiado pelos licantropos e perseguido por ambos.
Neste romance você irá acompanhar 25 anos da trajetória deste temível ser e conhecerá uma vasta gama de personagens que, de uma forma ou de outra, cruzaram pela trilha de sangue deixada por ele através das noites de lua cheia. Entre estes desafortunados, destacam-se Francisco e Jorge – uma dupla de aposentados que tenta livrar sua cidade da ameaça licantrópica – e Vitória, uma jovem e bela caçadora de lobisomens sedenta por vingança.Ódio. Medo. Desespero. Terror. Está preparado para encarar?


Através de uma narrativa envolvente, André traz a tona a história do jovem Jarbas, uma criança de 13 anos, que tem apenas dois amigos próximos e que decide, em uma noite de lua cheia, ir atrás de um mendigo conhecido por todos, desde sempre. João Preguiça tinha uma característica que atraia Jarbas, Betinho e Martelo: ele parecia nunca envelhecer.
            A partir daí começa a busca incessante de informações que provem que ele é de fato um lobisomem. Jarbas consegue provar isso sendo cruel com tão pouca idade e atingindo pessoas que, para muitos, seriam consideradas queridas.
            Jarbas decide que quer ser como ele, para poder se vingar daqueles que um dia lhe machucaram, lhe humilharam.
            Uma palavra que define a obra: sangrenta! Com certeza foi o livro com mais sangue que já li em minha vida.  


            Confesso que no início, o excesso de sangue e mortes me deixou com o estômago balançando e pensei que não conseguiria chegar até o fim do livro. Mas com o passar da leitura e a escrita descontraída, me apaixonei pelas histórias e tramas que se passam ao redor do personagem Jarbas. São contados nos capítulos os enredos de personagens que Jarbas mata ou os que Vitória caçava.
            Com certeza é uma maravilhosa e deliciosa pedida aos amantes da literatura fantástica, além de uma boa pitada de assassinatos, crueldades e sangue, muito sangue!
                A Editora Estronho está de parabéns pela diagramação. Isso ajuda muito na hora da leitura e dá mais prazer à mesma!

Nenhum comentário

Postar um comentário