[Resenha] Desejos dos Mortos

12 julho 2013

Desejos dos Mortos
Série: The Body Finder
Autora: Kimberly Derting
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 286

Sinopse: Enquanto tenta manter seu segredo, Violet, involuntariamente, torna-se objeto de uma perigosa obsessão. Seu primeiro impulso, como sempre, seria pedir ajuda ao melhor amigo, Jay – porém, agora que os dois são um casal, as coisas não funcionam mais assim. Ele passa cada vez mais tempo com um novo colega, Mike, e Violet tem oportunidade de sobra para pensar e repensar sobre o que, afinal, está fazendo seu namoro dar errado. É então que ela se dedica a investigar a vida do recém-chegado Mike, e diante da trágica história familiar do garoto Violet se depara com uma verdade capaz de colocar todos eles em extremo perigo.

Os mortos chamavam por Violet.

  
Segundo volume da série The Body Finder, Kimberly nos traz mais uma história de Violet e os ecos que a perseguem. Desta vez, uma trama riquíssima é criada ao redor da família de Mike, o novo aluno. Ele se muda com o pai e a irmã, Megan.

A vida dela está tranquila. O namoro com Jay vai de vento em popa, junto com os estudos. Até que um eco chama por ela. Ele estava dentro de um container. Através de uma ligação, aparentemente anônima, as unidades responsáveis foram investigar o local e descobriram um corpo de um menino.

Uma menina que encontra os mortos.

Mas o telefonema não teve nada de ânimo. Violet esquecera que no porto havia câmeras e foi aí que o FBI chegou até ela. Ligações de números anônimos, procura constante.

O instinto por resolver tudo sozinha, aliada ao ciúmes que tem por Jay, fazem com que Violete esteja nesse livro mais mimada. Brigas entre o casal, discussões, me fizeram ficar com raiva da nossa protagonista.

O ponto que mais nos instiga é com relação à família de Mike. Além do envolvimento dele com Jay, Megan, sua irmã mais nova, nutre uma paixão pelo namorado de Violet. Juntando tudo isso, mais os bilhetes anônimos, o corpo do pequeno gato abandonado do lado de seu carro, fez com que Violet imaginasse que a culpada por tudo fosse Megan. Aí é que a reviravolta acontece.

A canção da morte.Estava chamando por ela.


Com certeza não é melhor que Ecos dos Mortos, mesmo porque a editora pecou bastante com relação à revisão do livro, mas não deixa de ser bom. Espero que a editora publique logo os outros dois volumes da série, pois a curiosidade pelo que vem a seguir só cresceu.

2 comentários

  1. Pamzita :)
    ótima resenha, parabéns \o/
    Não tenho tanta vontade de ler essa série, antes eu tinha bastante, por culpa da capa linda tbm...Mais ao ler resenhas meio a vontade foi esfriando. Mas quem sabe um dia né?!
    Meu todo mundo fala da revisão, eita novela que não acaba.
    Brubs

    ResponderExcluir
  2. Oi Pâm,
    Fiquei super curiosa pela primeira resenha de ecos da Morte, minha curiosidade pela leitura só aumentou depois da sua resenha.
    Acho as capas muito lindas mesmo, uma pena que a editora teve as falhas na revisão nesse livro.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir