[Resenha] Como salvar um vampiro apaixonado

31 outubro 2013

Como salvar um vampiro apaixonado
Autora: Beth Fantaskey
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 265
3_estrelas.png (145×27)

Sinopse: Quando Jessica Packwood descobriu que era uma princesa vampira romena, sua pacata vida adolescente virou de pernas para o ar. Ela precisou fazer as pazes com seu passado e superar muitos obstáculos para ficar com seu belo príncipe, Lucius Vladescu. Depois de se casarem na Romênia, Jessica e Lucius agora devem unir os clãs mais poderosos dos vampiros e estabelecer a paz de uma vez por todas. Mas primeiro a princesa vai ter que convencer uma nação inteira de vampiros ardilosos de que tem plenas condições de se tornar uma rainha. O problema é que Jessica nem mesmo consegue pedir uma refeição decente aos empregados de seu castelo, quanto mais lidar com súditos mortos-vivos malignos que adorariam vê-la fracassar. Tudo se complica ainda mais quando Lucius é acusado de assassinar um vampiro Ancião e é condenado à masmorra, onde espera pelo julgamento que pode levá-lo à morte. Jessica então se vê em apuros, lutando não só pela vida de seu amado, mas também pela própria sobrevivência em um mundo repleto de intrigas. Desesperada para provar a inocência do marido, ela conta com a ajuda de sua melhor amiga, Mindy Stankowicz, e do misterioso primo italiano de Lucius, Raniero Lovattu. Mas será que a princesa pode mesmo confiar neles? Com romance, humor sarcástico, ação e muito suspense, a ansiosamente aguardada sequência de Como se livrar de um vampiro apaixonado chega para provar que às vezes uma princesa precisa dar o sangue – literalmente – para ter o seu “Felizes para sempre”.


Jessica Packwood é se torna uma vampira, casada com seu eterno Lucius Vladescu. Agora, ela tem que aprender na marra como ser uma princesa e governar bem o lugar onde estão. Todas as ações que se desenvolvem através da cadeia de tramas serve para nos mostrar como Jessica amadureceu, mesmo que a duras penas.

Mas, enquanto a nova personalidade de Jessica entra em ação, Lucius é apagado, aparecendo em segundo plano na maior parte da narrativa. Fiquei chateada, pois esperava mais dele, e não o contrário.

Eu fui uma daquelas que perturbou a Isa, perguntando direto sobre a previsão de quando sairia o segundo volume. Fiquei triste quando a editora havia cancelado a série. E dei pulos quando a mesma voltou atrás, a pedido dos fãs da série aqui do Brasil. Mas sinceramente, a narrativa e a escrita da autora tomaram rumos distintos do primeiro, ponto o qual a leitura se arrastou por tanto tempo assim (recebi o livro no lançamento, em agosto).


Ainda aposto minhas fichas no terceiro volume, ainda sem previsão de lançamento. Vamos ver como será. Com relação à diagramação, é simples e de padrão da editora. A capa seguiu a mesma linha da primeira e é belíssima. 

Um comentário

  1. Olá querida...
    adorei sua resenha.
    Foi a primeira que li sem tecer muitos elogios e é exatamente o que estou achando.
    Queria que o Lucius fosse o poderosão do 1°.
    Espero ter boas surpresas com o final da leitura.
    Abraços :)

    ResponderExcluir