[Resenha] Feérica

17 janeiro 2014

Féerica
Autora: Carolina Munhóz
Editora: Fantasy – Casa da Palavra
Número de Páginas: 346
duas_estrelas.png (145×27)

Sinopse: Violet Lashian tem apenas um objetivo: ser famosa em seu mundo. Mas quem nunca se seduziu por esse pensamento? Ignorada pelas fadas de uma sociedade que preza a padronização, a jovem de cabelos roxos decide abandonar seu sofrimento em busca de um lugar entre as estrelas de Hollywood. Bastidores de reality shows. Festas badaladas. Encontros amorosos com jovens milionários. Entrevistas em rede mundial. Fama instantânea, dinheiro e poder. De repente, a feérica se vê cercada pela realidade com que sempre sonhou. Mas será que Violet é capaz de manter a pureza de sua raça mágica em um mundo corrompido pelo deslumbre material? E quais seriam as reais consequências de sua revelação para a existência oculta de seu povo? Você descobrirá tudo isso e muito mais nos próximos capítulos deste livro.

Violet não é uma fada qualquer. Ter nascido no mesmo dia em que seu pai falecera trouxe consigo o sinal da maldição: seus cabelos tem o tom púrpura. Ela é revoltada e conhece tudo sobre o mundo humano, fazendo com que as demais fadas a excluam do convívio social, achando-na louca por querer fazer parte de um mundo com tanta desigualdade, em que o dinheiro e o poder se sobressaem.


E é em um momento de fúria e de tristeza que a jovem feérica decide ultrapassar a barreira entre o mundo mágico e o mundo real dos humanos. Ela luta por sua sobrevivência em um lugar que nunca havia estado e acaba encontrando a “verdadeira” felicidade ao participar de um programa musical, onde expõe para a sociedade sua verdadeira face.

Quais serão os desafios e as novidades que a fada terá numa dimensão tão diferente da sua?

Bom, começo agradecendo a Giulia por ter me dado a oportunidade ler Feérica. Eu sempre pensei que não gostaria dos livros da Munhóz. Talvez pelo fato de não gostar de seres como fadas e sereias dentro da literatura fantástica. Mas precisava ao menos ler um deles para me certificar que isso aconteceria (ou não). Demorei mais do que previsto para concluir a leitura do mesmo – cerca de duas semanas – e isso me deixou preocupada, pois quanto mais a demora, mais a probabilidade de não me adaptar à narrativa e/ ou ao tema.

A narrativa é bem leve, sem construções que dificultam a leitura. A narrativa se alterna entre a entrevista a um programa televisivo e as cenas que ela relembra ter vivido. A cada início de capítulo, há uma frase em inglês, seguida de sua tradução. Sinceramente, achei isso desnecessário, mas como Carolina optou por seguir os padrões de programas americanos, creio que ela acabou entrando na onda e utilizando deste artifício para atrair a atenção dos leitores.

Ela usa o tempo todo a intertextualidade, tanto com filmes, seriados, atores e atrizes que fazem parte do mercado artístico. Por vezes, ela troca os nomes, mas deixa subentendido quais são na realidade.

Confesso que toda a diagramação, capa, me fizeram crer que gostaria de verdade da história, mas não me convenceu no final. A proposta da história é até que boa, mas não conseguiu me agradar, o que é uma pena.

Quem sabe agora, no novo rumo e casa editorial que Carolina Munhóz está levando, eu encontro algo de produtivo e de agradável nas obras dela.


Postado originalmente no blog Prazer, me chamo livro!

19 comentários

  1. Oie querida, tudo bom?
    Nossa, só de olhar pra capa fiquei entediada, estou julgando eu sei. Mas sei lá, parece o tipo de literatura que eu não curto, boba e adolescente.
    Sei como é quando gostamos tanto da diagramação e da capa que acreditamos que vamos amar o livro ahahahha'
    Quem sabe lerei futuramente.

    Obrigada pela dica,
    Beijos,
    paixaoliteraria.com

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu já vi algumas resenhas sobre esse livro (não é o meu estilo de leitura) e sempre eram resenhas positivas. Mas é bom ver várias visões de um mesmo livro. Vi que ficou decepcionada e que queria gostar do livro. Isso acontece comigo as vezes tmb, aliás está acontecendo com a minha atual leitura. Eu achei essa capa bem legal tmb e quem sabe um dia se eu não tiver outras leituras mais importantes acabe lendo esse?! xD

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  3. É triste quando um livro não nos agrada!
    Eu ganhei ele e estou esperando chegar, mas duas semanas para ler um livro realmente é desanimador!
    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  4. Oi Pamela!
    Ah, é muito chato mesmo quando o livro não nos agrada. Nunca li nada sobre fadas e não tenho experiência para compartilhar sobre o assunto. Acho que este não é um bom livro para começar a ler sobre o mundo das fadas. Melhor partir para Peter Pan kkkkk.
    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Owwwwwww Pam!!
    Bem tenho dois livros da Munhoz aqui, ainda não o li, s resenhas dos livros são sempre positivas, pelo menos a que li, e fico imaginando que não seja por serem parceiro, estou mega curiosa para sabe. se irie gostar da sua escrita ou me sentirei como você. Esse ainda não tenho, já que não te conquistou eu aceito :P
    Beliscões da Máh ♥
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  6. Oi, Pamela!
    O livro parece ser, de cara, bem juvenil, e, pelo o que você disse na resenha, é realmente. Tenho quase certeza de que não conseguiria lê-lo, por não curtir muito leituras mais "bobinhas".
    A premissa do livro é divertida, e é realmente uma pena que você não tenha gostado do desenvolvimento. Não faz o meu tipo de leitura, então também não acredito que lerei no futuro.

    Beijos, Gabi Prates
    Palácio de Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi, eu amo essa capa, acho muito linda, mas nunca tinha me interessado em ler a história, você disse que não te agradou, mesmo assim fiquei com vontade de ler haha, adooro estes dramas quem envolvem fama e essas coisas haha

    Abraços
    http://vampleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu não gosto da capa, acho que sou a única... Mesmo assim, me interessei pela história e o livro está aqui esperando pra ser lido, na fila de "o dia em que os livros de parceria acabarem". Confesso que, depois da sua resenha, ele foi um pouquinho mais pra trás na fila, hehe, odeio quando os livros não me convencem...

    Da Carolina só li um conto, Fui uma boa menina?, está gratuito ainda na Amazon. Gostei bastante, mas é uma proposta bem diferente, fora desse universo de fadas.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  9. Uma pena que não tenha te conquistado flor! Na verdade não me chamou muita atenção! Mas se um dia eu topar com ele, vou ler para tirar minhas próprias conclusões!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Gente que revolta na última frase, limpa a boca que o veneno jorrou! AHAUSHUA Brincadeira, gatona! kkk Muito legal da sua parte poder expressar com toda sinceridade o pq de não gostar de tal leitura. Aposto alto nesse livro, então, espero gostar. Cheia de sinceridades, arrasou com a resenha!
    xoxo

    ResponderExcluir
  11. Nossa deve ser tão chato quando esperamos tanto de um livro, mas que no final acaba nos desagradando. Olha eu confesso que gostei bastante do livro Fada da autora, mas o outro já não foi tudo aquilo. E sobre este livro, acho que já vi o suficiente para ter a certeza que não irei ler.
    Bom já a sinopse não me agradou, e agora a tua resenha somente confirmou. Bom flor obrigada pela sua sinceridade sobre a sua leitura.

    Beijokas Ana Zuky

    http://www.sanguecomamo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá Pamela!
    Confesso a você que estou curioso para conhecer o trabalho de Carolina Munhoz, mas não imaginava que ela tinha publicado esse livro também, mas um passo de cada vez, estou com um e-book da autora, o Fui uma boa menina? Se eu gostar irei prosseguir para as outras obras, se não, paro por ali mesmo, pois já vi mais criticas negativas do que positiva sobre os livros dela!

    Abração
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoeocntando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá a capa é linda, adorei a menina com os cabelos violeta na capa, uma sugestiva para leitura. Vi muito esse livro, mas por mas que a casa seja atrativa, nunca me interessei para ler. Adoro historias que contenham fadas, sereias, seres mágicos e acho que esse livro teria tudo para da certo, uma pena o final não ter te conquistado.
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie flor.
    Realmente é bem chato quando o livro não é uma narrativa tão agradável. Eu não li nada da Carolina, tenho vontade, mas nada que chegue a ansiedade. Eu gosto de Fadas, mas não me lembro de ter lido um livro que fale somente delas, mas tenho vontade. Já de Sereias eu já li algo é gostei. Parabéns pela resenha, ela ficou muito boa.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Pamela,
    tudo bem?
    Eu gosto muito de fantasia e nunca li nada sobre fadas, a não ser a famosa fada Sininho do clássico Peter Pan. Achei essa história criativa, uma fada querendo ser pop, uma estrela. Uma pena que não lhe agradou. mas leria assim mesmo.
    Beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Feérica não me atrai, não vi beleza na capa, e a sinopse não despertou meu interesse.
    Lendo sua resenha tive uma noção melhor sobre a narrativa e sua opinião final só me fez ter certeza que essa é uma leitura que não pretendo fazer, ainda mais sabendo que a história até que é boa mas o final é decepcionante.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    muito chato quando o livro não nos agrada. Eu não consigo ir até o final no caso assim. Eu largo logo!

    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi Pam,
    Tenho até uma certa vontade de ler esse livro, na verdade é tudo por causa da capa que por ser em animação me chamou atenção, mais agora após ler sua resenha, não se leria, pelo menos não no momento.
    E eu não acharia uma maldição ter o cabelo da cor púrpura
    Beijos, Brubs
    Livros de Cabeceira
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Que resenha interessante, curta e direta.

    Eu li esse livro até um certo ponto e desisti, - o que é engraçado, pois li 'O inverno das fadas' inteiro que é em desenvolvimento e escrita inferior a Feérica, - mas de qualquer forma nenhum me cativou.
    Nota-se que autora tem conteúdo, mas lhe falta magia e criatividade o bastante. (Sim, nos dois livros as referências aos artistas reais é exagerada e a mim, incomoda).

    Achei essa capa feia - desculpa a sinceridade - porém, fazer o quê né? Gosto é gosto.

    Desejo sorte e sucesso à ela e a todos os novos escritores da literatura fantástica que está crescendo no Brasil, sinto que ela tem muito, muito ainda a melhorar.

    ResponderExcluir