[Resenha] Paralelos

28 janeiro 2014

Paralelos
Autor: Leonardo Alkmim
Editora: Geração
Número de Páginas: 432
5_estrelas.png (145×27)

Sinopse: Em um terrível acidente rodoviário, Alexandre morre, mas seu irmão gêmeo Vítor, surpreendentemente, sobrevive. No entanto, ao despertar numa dimensão paralela, autossuficiente e resguardada por instâncias elementares, como o Horizonte de Energia, o Conselho, Deus e os anjos, Alexandre descobre que deveria ter sido salvo e Vítor morrido, equívoco que coloca em risco todo o funcionamento do cosmos. Embora em dimensões diferentes, os gêmeos precisarão lutar para restaurar o equilíbrio do Universo. Uma aventura fantástica, surpreendente e rica em seus detalhes mais sutis, que arrebata o leitor com todas as suas surpresas e revelações a cada capítulo, além de conquistá-lo com seus personagens ora cativantes, ora assustadores, porém sempre muito interessantes e bem construídos.

Através de um enredo denso e repleto de características marcantes, Leonardo Alkmim modela uma narrativa cujo tema é inovador. A mistura de anjos, vida após à morte, mundo paralelo, alquimia e um belo toque de fantástico e ficção científica nos mostra uma trama envolvente.


O início é um pouco complicado, pois não compreendi direito quem afinal narrava, com quem aconteciam os fatos, mas com o passar do tempo percebi que a cada capítulo a narração se dava acerca de um personagem específico.

Vítor tem um irmão gêmeo, Alexandre. Em um passeio, organizado pela escola, cuja diretora era sua mãe, Alexandre morre e, inexplicavelmente, o outro sobrevive. Mas algo nos céus mostram que isso é errado e os fatos que ocorrem em seguida são inacreditáveis. A busca pelo correto envolve muito mais do que os irmãos. Envolvem toda uma sociedade paralela.

Eu realmente achei que a leitura não engataria, mas me surpreendi na segunda parte do livro. A leitura deslanchou e eu a terminei em poucas horas. O final foi totalmente inesperado e não teve nada de “feliz”. Apenas a paz foi de encontro aos dois.

Um livro inebriante e recomendado para aqueles que gostem de tramas profundas, repletas de ações que tiram seu fôlego. Parabéns a Editora Geração com relação à capa e a diagramação interna. Infelizmente o papel em que foi impresso não é de boa qualidade, mas nada que interfira na leitura.


12 comentários

  1. Eu adooooro ficção científica,é um dos meus estilos favoritos, e esse livro realmente parece ser ótimo. Com certeza vou ler.

    Beeijos
    http://quenerdissealice.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu não gosto muito de ficção cientifica e costumo desanimar com livro que não consigo engatar a leitura já de cara, mas pelo que você falou o autor consegui depois do primeiro capitulo pegar o ritmo.

    Louca Escrivaninha

    ResponderExcluir
  3. Pamela esse livro tem tudo o que precisa pra me agradar! Anjos, ficção cientifica e fantasia tudo em um só lugar? Com certeza é um convite a leitura! Não me lembro se já ouvi falar desse livro, mas agora irei procurar pelo mesmo!

    Abração
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oie!

    Não conhecia o livro, mas sua resenha e a sinopse me conquistaram. A ideia é super original, quer então que a morte se enganou e levou Alexandre em vez de Vitor. A parte que mais me chamou atenção para o livro foi esta: "Alexandre descobre que deveria ter sido salvo e Vítor morrido, equívoco que coloca em risco todo o funcionamento do cosmos". Colocar o risco todo o funcionamento do cosmos, instigante esta ideia. Quero ler! Abraços!

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, realmente a capa é linda. Fico com um pé atrás quando o livro
    começa um pouco lento, pois sei que irei ficar indo e vindo na leitura, mas
    gostei de sua resenha e como você diz como é a narrativa e o final que tanto esperamos um final feliz. Mas me dá animo, já que chegando numa parte a leitura deslancha, estou em dúvida de ler esse livro,
    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nunca tinha ouvido falar desse livro e, sinceramente, não me interessei nem depois da resenha. O fato das folhas não serem de boa qualidade me desanima um pouco, e li uns três livros seguidos assim há algum tempo, do tipo que demora a deslanchar. E gosto de finais felizes, então realmente acho que não é pra mim se não encontrarei isso... rs...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi Pamela

    A história parece muito interessante em mostrar as consequência do irmão errado ter sobrevivido.
    Gosto de ficção científica e mesmo o final não sendo "feliz", afinal a própria trama encaminha para um final correto e não feliz, vou procurar este livro para ler!

    Super bjos
    http://www.i-likemovies.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá, já tinha visto esse livro em algum lugar e a capa me chamou muito a atenção, fiquei com vontade de ler, amo livros com suspense e ação e este parece ser otimo, vc disse que o papel é ruim, é de folhas brancas??? livros de folhas brancas são horriveis, gosto das amarelas haha, enfim, tenho muita vontade de ler este livro, abraços

    ResponderExcluir
  9. Caramba que livro sensacional (pelo menos é o que aparenta). Só por falar de alquimia já fiquei interessado e a capa é super chamativa. Sua resenha me deixou super curioso, vou tentar conseguir esse livro, já o adicionei à minha lista!

    Abraços!
    wws.umomt.com

    ResponderExcluir
  10. Oi.
    Gosto de histórias que falam de vida após morte, mas gosto também de uma narrativa que conquiste desde o início, gosto de me sentir envolvida logo de cara com toda história e personagens e me desanimou saber que a primeira parte do livro não flui tão bem.
    Não é uma leitura que eu faria imediatamente, mas a dica está anotada.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  11. Oi Pam!

    Guria! Não li muitos livros de ficção científica não! Mas os que li gostei! Adorei a capa me chamou bastante atenção!
    Boa resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Pamela,
    tudo bem?
    Que triste, parece que o irmão errado morreu, ou então, que não era para nenhum dos dois morrerem. Fiquei curiosa. Diferente essa história, gostei da dica.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir