[Bienal Online] Entrevista com a Autora

13 agosto 2014

Oi pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje vamos conhecer um pouco mais da autora que idealizou a Bienal Online. Estão curiosos?



1.      Você escreve quando está de férias?
Escrever não tem hora, principalmente quando estou de férias, mas tento usar
apenas um pouco dela para isso, pois preciso também fazer outras coisas além de escrever.
Por isso gosto de escrever durante a semana e fim de semana tento tiras umas férias, pois é tão fácil você ficar nesse mundo da literatura. Quando você vê está tão envolvido que precisar sair e olhar para a realidade (risos). Já me peguei quase orando por uma das minhas personagens. Dai eu me liguei e dei risada de mim mesma.

2.      Tem algum momento especial ou divertido que já aconteceu neste período em que você se concretizou como autora?
Quando meus leitores me mandam mensagens dizendo que querem bater em um certo Gabriel (Personagem de O despertar de uma canção) ou querendo falar algo a mais sobre isso, dando ideias do que fazer. Me divirto muito com isso. Esse feedback é incrível.

3.      Quais livros marcaram sua vida?
A bíblia - é o nosso manual para a vida.
Uma vida com propósito - sem palavras, é bom demais!
A cabana - Me fez ver um Deus ainda mais lindo e amoroso.
A ovelha e o dragão -  Me dez despertar para a realidade de muitas coisas que estão ao nosso redor.

4.      Quanto tempo demorou para escrever seu livro?
O despertar de uma canção, não lembro ao certo, mas acredito que entre escrever e deixar ele pronto mesmo, uns 8 meses. Depois de escrever tem aquela parte de aperfeiçoamento, onde você precisa ser o crítico para melhorá-lo. Por isso as vezes demora mais.

5.      Os personagens de seu livro são baseados em pessoas reais? Tem algum parente nele?
São fictícios, mas posso dizer que são baseados em muitas histórias reais, de pessoas que passaram por traumas, síndrome de pânico, falta de perdão, violência, entes queridos perdidos, falta de confiança em Deus e nas pessoas. Tudo isso e um pouco mais são reflexos do que vivemos ao nosso redor e tento de alguma forma usar isso para ajudá-los.

6.      Como você tem divulgado seu livro?

Através das redes sociais e de sorteios. Além de participar da Ciranda literária da minha cidade e da Associação confraria dos escritores da cidade vizinha. Isso sempre ajuda para que o trabalho seja mais conhecido, além de poder conhecer outros autores.


17 comentários

  1. Oi Pam!
    Adoro quando um livro faz eu querer interagir e ir conversar com a autora, eu sou uma das que diz querer bater num personagem! Eles parassem pessoas para mim! Acho muito legal ela ter essa relação com os leitores dela!
    Adorei a entrevista! Sucesso para a autora!
    Beijos
    Paulinha Juliana
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Pam.
    Adorei quando ela disse que às vezes está tão envolvida com a escrita e que precisar sair e olhar para a realidade...menina, me sinto assim quando to lendo rsrs, me identifiquei demais com isso, a literatura me suga facilmente, e até perco a noção de onde estou.
    Legal saber que ela é uma autora acessível e atenta as sugestões dos leitores.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  3. Oi Pam
    Tenho a autora no meu face, mas não tive a oportunidade de conversar mais a fundo.
    Gostei de saber sobre a Bienal on line e com relação ao processo de criação do seu livro
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Pam! Adorei conhecer mais da autora, eu sigo ela nas redes sociais só que não a conheço muito bem. Eu aprecio muito entrevista, porque é a chance de conhecer o autor melhor. A Cabana foi um livro que também me marcou..enfim, desejo todo sucesso pra autora.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Pamela! Obrigada por me apresentar mais uma autora, e com entrevista, melhor ainda. Adorei logo de início quando ela disse que às vezes é necessário sair da escrita pra realidade. É assim que nós, leitores, nos sentimos em muitos momentos, mergulhados na leitura, tendo de voltar a realidade pelos compromissos ahaha mas não sabia que os autores também sofrem assim no processo de criação. Percebi que a Joice se prende mesmo, se envolve bastante. Até ora pelas personagens =) Gostei!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Pamela,
    Acho que as entrevistas são essenciais para nos aproximar do autor como pessoa!
    Eu nunca vi sorteio do livro dela, senão teria participado!
    Nossa, as histórias e traumas em que ela se baseia são intensos e complexos....

    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  7. Oii,
    Amo entrevistas (essa é a terceira do dia) e é tão bom conhecer novos autores e seus filhotes, fruto de trabalho e muito amor!
    Ela é uma fofa. Confesso que senti falta de uma foto dela para sabermos quem é a moça por traz das respostas!
    Eu li A Cabana e adorei. <3
    É muito legal a confissão dela sobre o ato de escrever e como ele não tem hora e nem lugar. A inspiração vem e você deve atendê-la :)

    Abraços
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com

    ResponderExcluir
  8. Eu realmente gosto de romances cristãos, mas me incomodo quando vejo que não tem nenhum aviso pro leitor que é assim. Acho que as pessoas deviam saber antes de comprar e ler. Mas enfim... gostei dos livros que ela indicou. Bíblia = ♥.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  9. Oie,

    Amei conhecer a autora, achei a capa do livro tão fofa, e me interessei por ele, gostei dessa ideia de uma Bienal on line, vai ser tipo uma entrevista com todos on ao mesmo tempo certo?
    Ainda não li o livro A Cabana, todos falam bem e outros falam mal e eu fico dividida se leio ou não.

    Mayla
    Mayla

    ResponderExcluir
  10. Pam ótima a entrevista , muito bom conhecer um pouco mais da autora , ainda não conhecia o livro , adorei a parte que ela comenta que os leitores querem dar uns tapas em seu personagem rsss, essa proximidade com os leitores é muito importante . Sucesso e parabéns pela entrevista . beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, deve ser realmente incrível esse feedback dos leitores falando sobre o que as personagens os fizeram sentir e tudo mais. Não conhecia essa Bienal Online e achei bem bacana.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  12. Pamela só fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre essa bienal online, como vai funcionar?!
    Não conhecia a autora, mas sempre acho bacana as entrevistas. Legal isso de ter parar de escrever um pouco para dizer oi para a realidade hahaha acho que é bem parecido para nós leitores né?! Que depois de horas mergulhados em uma história incrível precisamos voltar ao mundo real.

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia a autora, mas adorei saber um pouquinho dela e de como é a criação do livro.
    Pam, fiquei com a mesma dúvida que a Dreeh.. como vai funcionar a Bienal on- line. ? Na verdade eu nem sabia da existência da Bienal on-line... ando meio desenformada rsrs :3

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oieeee, adorei a entrevista, ainda não conhecia a autora e nunca tinha visto o livro, achei a capa muito linda, adorei e fiquei muito curioso em ler o livro, que o lançamento seja um sucesso, Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Olá Pam!
    Eu amei a entrevista e principalmente em conhecer a escritora.
    Ela parece ser uma pessoa muito espiritual e isso me agradou muito. Gostei das escolhas que ela fez com relação aos livros Uma vida com propósito e A Ovelha e o Dragão são livros que não li, mas que quero muito ler. Não conhecia a Bienal Online. Vou procurar saber mais sobre isso.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Ri dela aqui quando disse que quase se pegou orando para uma personagem! Hahaha... mas é bem legal saber que a autora chegou a esse nível de envolvimento. Não me interessei pelo livro, mas a entrevista ficou bem legal e desejo sucesso à autora!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi Pam, tudo bem?
    Eu achei esse projeto de bienal on line super criativo e é uma excelente proposta para conhecermos mais os autores.
    Eu sempre tive essa impressão, que os personagens são muito vivos para os autores, por isso mesmo que nos passam tanta verdade e que as vezes esquecemos que estamos lendo um livro.
    Imagino que deva ser difícil para o autor se desligar deles e voltar para a realidade. Gostei muito das respostas da autora,. Desejo sucesso a ela.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir