[Resenha] Um olhar no Espelho...

22 março 2015


 Um olhar no espelho
Autor: Celso Lopes
Editora: Schoba
Número de Páginas: 300

1970 – Um garoto descobre em si alguém indesejável. Tímido, cresce enfrentando seus medos e descobre de uma forma dolorosa como a vida é tão frágil. Valores morais e financeiros o impressionam, mas seu complexo de inferioridade não o deixa crescer, até que uma amiga mais velha o aconselha a parar de se julgar e se olhar no espelho. Eis que ele se vê de forma diferente: o que vem à frente é toda uma história de perseverança, amores e conquistas. Conquista garotas, seu espaço e se torna um profissional; tem um relacionamento final com uma pessoa que vê̂ de relance e vai em busca de seu último sonho: tê-la realmente para o resto de sua vida. E, para concretizar este sonho, ele irá utilizar seu espelho.

Um novo livro, que acabei me enganando, imaginando algo e acabou sendo uma coisa totalmente diferente.


Ainda não conhecia o autor, tampouco seu trabalho em si, e nem ao menos lido alguma opinião dos colegas blogueiros, talvez por ser um livro um tanto diferente do que todos estão acostumados a ler.

A história se inicia em plena copa do mundo do ano de 1970, para ser mais precisa. O jovem Lucas, que é um rapaz tímido, está em sua sala de aula, como de costume, em uma sexta-feira animada.

Lucas é um rapaz quieto, que acredita ser alguém que nem ele mesmo gosta. Não consegue acreditar em si mesmo. Sua insegurança é um ponto fraco, que será trabalhado ao longo do livro, enfrentando seus medos e descobrindo que a vida é tão frágil como ele era antes.

Ele é aconselhado por uma amiga, que acaba dando uma força pra ele. Ela simplesmente aconselha que ele deveria olhar para o espelho e acreditar em si mesmo.

O autor enche os leitores com uma riqueza sem fim nos detalhes ao longo da história, nos faz mergulhar nela, acabamos com a sensação que conhecemos o jovem e vivemos parte da vida dele, com momentos de altas gargalhadas e outros em lágrimas, repleto de altos e baixos na emoção.

Aqui não encontramos somente mais um romance, mas uma mensagem para cada leitor. Para aqueles que, assim como Lucas, tem insegurança em suas ações, basta acreditar em seus sonhos e lutar por eles que, com toda certeza, chegarão a realizá-los.

Como todo livro tem aquele romance, mas que no meu ponto de vista foi tão sensível e real, que acabou sendo um ponto ainda mais alto no livro, me alegrando muito por ser algo dificilmente encontrado nos livros que tem o estilo mais real.

Em cada novo capítulo, encontramos frases para refletirmos.

“Quando alguém  tentar desanimá-lo, dizendo que você não é bom o bastante ou capaz, lute e continue, não dê ouvidos, mesmo se esse alguém for você mesmo!”


A capa condiz com a história, o trabalho gráfico é simples, a diagramação é ótima para a leitura. Indico a todos que gostem de algo diferente para uma tarde chuvosa como a de hoje.

10 comentários

  1. Bom, não e meu estilo mas parece ser interessante, talvez eu de uma chance a ele *-*
    http://geekcorderosa.blogspot.com.br/2015/03/projeto-7-on-7-itens-favoritos.html

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari.
    Olhe de início eu até leria o livro, mas com sua resenha acabei percebendo que não faz parte do meu mundo de leitura. O tema pode até ser legal, mas deixo passar

    Beijos
    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  3. Oii, tudo bem?
    Eu gostei bastante da sua resenha, eu adoro livros que nos surpreendem e que os personagens de uma certa forma evoluem ao longo do livro, eu particularmente tenho um probleminha de confiança e gostaria muito de ler esse livro para quem saber tirar algumas lições.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie Mari gosto muito de historias com fundo histórico ou que faz a contextualização com eventos conhecidos e tls ...gostei da resenha e se eu tiver oportunidade leria o livro sim.. bjss
    http://florroxapoemasepoesias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não faz muito meu estiloas gostei!! Obrigada por ter me apresentado http://corujasdebiblioteca.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Mari..
    Não conhecia o livro, muito menos o autor, mas gostei da historia pelo que disse. Vou anotar o livro para procurar mais sobre ele.
    Obrigada pela dica e parabens pela resenha

    bjo

    ResponderExcluir
  7. Apesar de ter gostado da resenha, não gostei muito da proposta do livro, fico feliz que você tenha gostado, mas eu não leria :/
    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mari!
    Não sabia nada sobre o livro e me pareceu interessante... Eu gostei da proposta. Imagino que a escrita do autor seja sensível e envolvente, daquele tipo que - quando vemos - já alcançamos o final da obra. Espero ter a chance de conhecer essa história.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mari! :D
    Não conhecia o livro e nem o autor, mas gostei da premissa do livro. Não é meu gênero favorito mas to tentando ler outras coisas também e talvez esse possa entrar para minha lista.

    Ótima resenha! ^^
    Beijocas da Deebs!

    ResponderExcluir
  10. Olá Mari!gostei muito do livro principalmente pelo que você falou ali no final da resenha, para lutarmos contra o desanimo mesmo que o agente desanimador seja nós mesmo, com essa mensagem fiquei encantada pelo livro e já esta na minha lista.
    BEIJOSSsss...

    sonhos de leitor

    ResponderExcluir