[Resenha] Tocando as Estrelas

15 julho 2015

Tocando as Estrelas
Autora: Rebecca Serle
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 224
Sinopse: Quando Paige Townsen deixa de ser uma simples aluna do ensino médio para se tornar uma celebridade, sua vida muda do dia para a noite. Em menos de um mês, ela troca as ruas da sua cidade natal por um set de filmagens no Havaí e agora está “conhecendo melhor” um dos homens mais sexies do planeta – segundo a revista People. Tudo estaria perfeito se o problemático astro Jordan Wilder não fincasse o pé em uma das pontas desse triangulo cinematográfico. E Paige começa a acreditar que a vida, pelo menos para ela, imita a arte.

Paige é uma adolescente de 17 anos e está em mais um dia na escola, junto de seus fieis amigos, Cassandra e Jake. É quando Cass vê um cartaz, informando que haverá audições para os papeis principais das filmagens do filme que tem como base o livro Locked.

A jovem não sabe ao certo se quer enfrentar o novo desafio. É claro que ela já havia encenado algumas peças pequenas, mas daí partir para um filme? Estava fora de cogitação.

Mas como Paige não é de perder uma competição e lá vai ela tentar seu lugar entre as estrelas de Hollywood.

O que você sacrificaria por amor?

O que ela não imaginava é que sua vida mudaria da noite para o dia e que ela finalmente teria algum reconhecimento. Seu lugar nas filmagens de Locked estava garantido e a mudança foi iminente. Em menos de um mês ela estava abandonando a cidade em que nasceu e partindo para uma grande aventura no Havaí, junto com um dos maiores astros, Rainer.

É claro que o encanto de um pelo outro se dá no mesmo instante em que seus olhares se encontram, mas há uma política social pela qual Paige não quer se embrenhar: a falta de privacidade que um romance gera.  Mas será que eles conseguirão enfrentar a paixonite que um desperta no outro, sem envolver a mídia?

Paralelamente, como a história de Locked envolve um triângulo amoroso, o nome do segundo ator ainda não foi divulgado. Mas quando é feito isto, Rainer quase pira, pois é Jordan Wilder, seu ex-colega e atual rival. Porque teriam contratado Jordan, sabendo o desconforto que isto geraria nas gravações? E porque Paige não consegue deixar de admirá-lo, sabendo que ele é o perfeito bad-boy?

Será que o triângulo amoroso sairá das telas e entrará na vida dos três?

- Ela finalmente entende o que significa se apaixonar por alguém - ele disse. - Aquela parte do amar alguém quando ambos estão completamente entregues ao sentimento.

Típico romance infanto-juvenil, Rebecca utilizou artifícios da ficção e os transformou em realidade. Afinal, quem nunca se sentiu apaixonada por dois ao mesmo tempo quando era adolescente? A diferença entre amor e paixão é difícil de interpretar nesta faixa etária.

A leitura flui rapidamente, devido à linguagem bem típica a faixa etária, sem delongas e complicadas estruturas. Talvez se eu tivesse a idade indicada para o livro, teria gostado bem mais.

A capa é belíssima e reflete todo o conteúdo abordado pelo livro: amor, luxo e fama. A diagramação interna é padrão, como todos os livros da editora. O único diferencial é um detalhe na abertura dos capítulos. De resto, tudo se mantém igual as demais publicações da Novo Conceito.


Um livro indicado para ler depois de grandes emoções de uma obra anterior, sem muitas expectativas. E vamos aguardar a continuação!


4 comentários

  1. Olha eu gostei bastante da sua resenha.
    Ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura, porque uma das minhas colaboradoras que resenhou, mas espero que em breve eu faça isso. Adorei saber sobre a história. Me parece ser bastante envolvente xD

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-feita-de-fumaca-e-osso.html

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua resenha! Bom já tinha visto vários comentários sobre este livro, mas o enredo da história não me cativou, de ficar famosa, se apaixonar essas coisas, apesar de eu adorar o gênero de romance, esse não me chamou a atenção, então não pretendo ler.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente o livro não me chamou atenção, para mim ele está parecendo um pouco cliche, é claro que eu posso estar errada, tlaves eu tenha a oportnidade de le-lo e quem sabe até gostar.

    ResponderExcluir
  4. Realmente este livro não me chama a atenção, creio que seja uma leitura bastante leve ( clichê) até leria se tivesse oportunidade, mas o fato de ter continuação somente me desanima mais....

    ResponderExcluir