[Resenha] Entre Dois Mundos

27 dezembro 2015

Entre Dois Mundos
Volume: 1
Autora: Lígia Gama Miraglia
Editora: Novo Século
Páginas: 396

 Sinopse: Alícia Martelli nunca mais seria uma pessoas normal depois de ter fugido da morte. Sua vida, que antes era calma e sem nenhuma imprevisto, hoje mais parece com uma tragédia grega. Raul, o seu melhor amigo, está ao seu lado lhe confortando de todas as lembranças ruins que a perseguem, mas, ele não a livrará do descontrole e da beira da loucura, já que Alícia descobre um mundo paralelo para que o qual deve algo. E Noah, o anjo da morte, faz de tudo para que ela não se esqueça dessa dívida.Será que esse seria o seu fim? Estaria ela predestinada a ser uma maluca em mais uma dos corredores dos hospitais psiquiátricos ou a ter seu nome estampado em uma lápide?

Antes de tudo, essa resenha foi postada primeiro no meu extinto blog Livros de Cabeceira (que Deus o tenha), onde eu dei uma adaptada para trazer para vocês aqui do O Diário do Leitor.

O livro tem como tema anjos. Sou suspeita quando o livro se trata disso ou algo sobrenatural, pois é algo que me agrada muito. Ao ler Entre Dois Mundos não deu outra, me apaixonei pela história, por tudo. Estava muito ansiosa para começar a leitura. Não só pelo tema, mas também pela ajuda que dei à autora, na escolha da capa, nas dúvidas. Acho que de todas as parcerias com autores, essa foi a mais levada ao pé da letra. Sim. A Lígia foi a primeira autora parceira que eu tive no blog, creio eu. Até hoje, mesmo não existindo mais o blog, eu continuo conversando com ela. Só tenho que agradecer a confiança da Lígia. Obrigadaaaa!!!

Na época que eu li, lá em 2012, fazia um tempinho que nenhum livro não me prendia do jeito que Entre Dois Mundo prendeu. Ele me fez sentir os mesmos sentimentos que os personagens estavam. Eu sorri, amei, chorei, xinguei, dei pulos de alegria, vibrei, senti medo e tudo mais, realmente me senti dentro da história. Senti o amor de Alícia e Raul, não é a toa que me apaixonei por ele (AHHHH! Rauuul ~ suspira). Me sentia apreensiva e com medo quando Noah (Anjo da Morte) aparecia para Alícia. Amava, chorava e achava lindo quando Léo, o irmãozinho de Alícia, aparecia nos sonhos dela. Fiquei com tanta inveja que eu quero um anjinho da guarda, assim como o Léo *-*

O livro é cheio de emoções e sentimentos, que mexem com a gente, sem falar nas mensagens de força. amizade, amor, confiança e, além tudo, de fé. Só lendo pra saber :) . Já estava esquecendo: o livro também  tem algumas cenas HOT. Não tão HOT assim. Vamos dizer que calientes.

Os personagens são super bem feitos, na medida certa. A única coisa que não curti foi que lendo, parecia que já tinha se passado meses, mas na verdade só tinha se passado dias. Fiquei meio perdida, mas nada que estraguasse a leitura.

Ao chegar no fim do livro, xinguei tanto a Lígia, porque ele acaba numa hora que eu já tava imaginando a  cena seguinte. Estava tão presa na leitura que não percebi que tinha acabado de ler a última linha. Eu estou lendo o terceiro e último livro da trilogia e, em breve, terá resenha dos outros dois livros.

À Lígia só tenho que agradecer a confiança e dar o parabéns, porque nesse meio tempo ela conseguiu lançar a trilogia completa. Ela é uma autora nacional que merece reconhecimento. Parabéns e sucesso.

E na época que eu li, ele havia sido lançado pela Novo Século. Depois de um tempo a autora mudou de editora e renovou a capa, que é esse toda linda 


Nenhum comentário

Postar um comentário