[Resenha] As mais belas histórias da Antiguidade Clássica - Volume 02

28 dezembro 2015

As mais belas histórias da Antiguidade Clássica
Volume 2 – Os mitos de Troia
Autor: Gustav Schwab
Editora: Paz & Terra
Número de Páginas: 294

Sinopse: Neste segundo volume de As mais belas histórias da Antiguidade Clássica, Gustav Schwab reconta e dispõe, no que seria uma ordem cronológica dos acontecimentos, diversas narrativas míticas referentes a Troia, que vão desde “A eclosão da guerra”, “A ira de Aquiles”, “A vitória grega e a queda de Troia” até a fortuna da linhagem de Agamémnon, o comandante da expedição grega na guerra (“Os últimos tantálidas”). Sem o intuito de substituir a leitura das fontes originais, este livro familiariza o leitor com o acervo de lendas e personagens relativos à Guerra de Troia e à casa de Atreu, oferecendo um conhecimento geral dos mitos que compõem as grandes obras literárias da Antiguidade Clássica.

As mais belas histórias da Antiguidade Clássica é uma trilogia escrita pelo alemão Gustav Schwab. Como dito na resenha anterior, do volume um e que contava um pouco sobre os mitos menores, que antecederam os de Troia, eu sou fascinada pela história do mundo, mesmo que não passem de achismos e estórias, passadas de família para família, até cair na boca e nos ouvidos dos habitantes da Terra.

E é claro que quando soube que o segundo e terceiro iriam ser republicados com essas capas maravilhosas dessa edição nova da trilogia, não pensei duas vezes em solicitá-los ao Alê. Demorou um pouco, mas a resenha finalmente veio ao ar. E ainda esta semana teremos a do último livro *-*, vocês não perdem por esperar!

Começamos a acompanhar a saga de Troia a partir do nascimento da cidade. Com o passar do tempo e o envolvimento com a Grécia, os dois polos culturais mais importantes da humanidade entram em colapso, gerando então uma das guerras antigas mais conhecida.

Conhecemos também um pouco mais sobre o que aconteceu com os descendentes de Agamémnon, que são os últimos da linhagem dos tantálidas.

Paralelamente, assim como dito na sinopse, ele mostra alguns paralelos com a literatura escrita na época em que os fatos aconteceram, como Ilíada, de Homero. Cheguei a ler alguns trechos da epopeia, mas só para ilustrar alguns acontecimentos históricos.

Cheia de detalhes e através de uma escrita rápida e de fácil entendimento, o enredo construído por Gustav é prazeroso de se ler.

A edição está muito simples e bonita. A capa manteve o padrão da edição anterior e o próximo será neste estilo também. Não encontrei erros de revisão, ou se tinham, passaram despercebidos. A diagramação interna também seguiu o caminho do primeiro volume da trilogia.

Para quem gosta de história, ou para quem precisa realizar pesquisas sobre Troia, desde sua criação até o grande colapso, o livro é super indicado!

Nenhum comentário

Postar um comentário