[Resenha] 1+1 A Matemática do Amor

14 janeiro 2017

1+1 A Matemática do Amor
Autores: Augusto Alvarenga e Vinícius Grossos
Editora: Faro Editorial
Paginas: 256
Onde comprá-lo: Amazon | Submarino

Sinopse: Lucas e Bernardo são dois garotos, melhores amigos um do outro de toda a vida. De repente, recebem a notícia de que Bernardo irá se mudar com a família para outro país. Nesse momento, cada um a seu modo, percebe como valiosa era aquela amizade, algo que não queriam perder. Bernardo reage mal e se revolta. Lucas tenta transformar cada dia que resta com o amigo na melhor experiência de suas vidas. Ele escreve uma lista de coisas para fazer e pretende cumprir uma por uma, em todos os detalhes. Mas, a cada dia, o fantasma da separação os assombra com um cronômetro lembrando que o tempo se esgota e, ainda assim, os dois passam por grandes momentos juntos. Então os meninos percebem que há algo mais entre eles... um sentimento profundo, que não conseguem explicar e tornam todas aquelas experiências ainda mais intensas. Mas o que fazer com tudo isso quando se tem apenas 16 anos?


Sempre que consigo tento ler livros nacionais. Já conheço o trabalho de Augusto Alvarenga, mas ainda não tinha tido a oportunidade de conhecer o de Vinicius Grossos. Quando a Pam me falou que tinha recebido esse livro para leitura, logo pedi o empréstimo pra ela, pois sempre tive curiosidade por essa obra.

Em 1+1 A Matemática do Amor conhecemos a história de dois jovens amigos, Bernardo e Lucas, que se conhecem desde de pequenos e são amigos inesperáveis. Essa aproximação teve início antes mesmo do nascimentos dos dois, pois os pais são amigos e vizinhos já há algum tempo.

Mesmo os dois tendo personalidades e jeitos diferentes, Bernardo é o popular e por onde anda deixa as meninas babando, literalmente. Já Lucas é tímido, quieto, mas a sintonia entre eles é admirável.

Depois de tantos anos juntos, Bernardo chega com uma notícia que deixa ambos abalados. Sua família irá se mudar para Portugal. Após esse episódio os dois vão se descobrindo. Talvez o sentimento que um sentia pelo outro não fosse somente um amor de amigos, mas além disso.

No decorrer da história podemos notar a construção desse sentimento. Não foi algo que surgiu após a notícia, mas sim que estava sempre guardado ali dentro. Com a dor da separação é que todo este sentimento se aflorou, abrindo espaço para que tudo isso ocorresse.

Como eles moram em uma cidade pequena, todos ficam atentos a tudo. Eles agora percebem os obstáculos que poderão encontrar pelo caminho, tentando, mesmo assim, aproveitar ao máximo esses últimos dias que eles tem para conviver um com o outro.


A história é intercalada e contada pelos dois, assim conseguimos ter a visão de ambos, inclusive a dificuldade na identificação desse sentimento, do entendimento em si , pois a mistura de uma longa amizade e a partida deixaram-nos com os sentimentos confusos, tendo a sensação que poderia não ser o que é.

Este foi um livro que me encantou. Adorei a escrita de Vinicius e, com toda certeza, vou procurar as outras obras dele. O trabalho da editora ficou lindo, desde da capa até a fonte escolhida - que por sinal é ótima para leitura. Indico a todos que querem um livro nacional bom, com uma história mais real, que vai desenrolando conforme a vida em si.


13 comentários

  1. Oi!
    Sou encantada pela capa desse livro, a editora fez um excelente trabalho e o resultado final ficou maravilhoso. A história parece ser encantadora e tratada de uma forma muito singela e delicada e a trama ser contada pelo ponto de vista dos dois personagens deixa tudo ainda mais claro pro leitor.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Este livro é puro amor,É o livro mais lindo que eu ja li
    Que historia linda e emocionante ao mesmo tempo ler a historia do modo de ver e de sentir de ambos é muito emocionante esse livro a primeira vez que li chorei horrores

    ResponderExcluir
  3. Olá! =^.^=

    Adorei a indicação! Não conheço muitas obras de editora e também nunca tive oportunidade de ler algo dos autores citados, mas a sinopse e a capa me atraíram bastante! Achei uma gracinha. Essa parece ser de fato uma história muito emocionante, daquelas que nos faz de fato pensar na vida e valorizar mais as coisas e pessoas que temos ao nosso lado. Já estou preparando os meus lenços, estava realmente procurando um livro pra chorar feito doida! KKKKK Acho que a leitura cairia como uma luva para mim e espero poder ler o livro em breve.

    Um beijo,
    Débora
    Amor Livrônico

    ResponderExcluir
  4. Mari, que capa graciosa!
    Já tinha ouvido algumas indicações da obra, mas ainda não li, para mim parece que a construção do sentimento é algo que tem maior ênfase na obra do que a separação dos amigos em si. Senti falta de uma abrangência maior em sua resenha de como a história se desenrola, mas talvez tenha sido para não dar spoiller, né? rs
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Oie
    muito legal sua resenha, eu já tenho o livro aqui e a curiosidade de ler é grande pois vi muitos elogios e o gênero me agrada então nem sei porque ainda não li, que bom que gostou tanto da leitura e que eu goste tanto quanto você

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu é ao contrário, conhecia a escrita do Vinicius, mas não do Augusto. E amei a leitura! Nem dá para perceber que são dois autores diferentes, pelo menos eu não achei, os dois combinam muito bem. Eu achei a trama muito amorzinho e importante. É o segundo LGBT nacional que eu leio, e quero que mais autores escrevam sobre. *-*

    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Ainda não conheço a escrita de nenhum dos autores, mas estou louca para ler esse livro, pois tenho grandes expectativas. A ideia de o livro ser intercalado entre os dois pontos de vista me atrai demais, pois gosto de conhecer os dois lados da moeda, sabe? Gostei de conhecer suas impressões e espero que eu me apaixone por esse livro, pois parece ser uma leitura que vale MUITO a pena.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. OOi!
    Esse livro está entre meus desejados desde o ano passado. A premissa dele é uma amooor, a cada resenha tenho mais vontade de realizar a leitura. Espero ter a oportunidade em breve. :)
    Parabéns pela ótima resenha!
    Biejoos!

    ResponderExcluir
  9. Olá, obrigado por esta sua resenha, pude conhecer mais a fundo a história que tinha me chamado atenção pela sinopse, mas que agora com estas suas impressões, me deixou ainda com mais vontade de ler. A narração intercalada é um ponto que deixa a leitura ainda mais fluída.

    ResponderExcluir
  10. Já li O garoto quase atropelado, de Vinícius Grossos e gostei. Já havia visto este livro, mas não me interessei por ele logo de cara.

    É muito interessante observar como o amor pode nascer de uma amizade, e como as desventuras fazem com que ele surja no momento certo. Também gostei muito da escrita do Vinícius na obra dele que li.

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Não conhecia o livro e nem o autor, mas a premissa é bem interessante hein? Entretanto, não conseguiu me chamar tanta a atenção, por isso, acho que por hoje, deixarei a sua dica passar.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  12. Oiii.
    Gostei da capa e da premissa desse livro,parece ser bem fofo.
    Goto de livro assim mais leves e depoia dessa resenha vou querer co ferir.
    Um abraço Mary.

    ResponderExcluir
  13. Que resenha linda... me deixou bem mais interessada e curiosa em ler o livro.
    Já tinha visto algumas divulgações da obra, mas não tinha me atentado para o fato de ser um livro nacional.
    Gostei da premissa e o fato de ele ir seguindo com os desdobramentos como a vida, e com os personagens mais reais, me deixa super interessada na leitura.
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir