[Resenha] Açúcar de Melancia

17 janeiro 2017

Açúcar de Melancia
Autor: Richard Brautigan
Editora: José Olympio
Número de Páginas: 240
Onde comprá-lo: Amazon | Submarino
Sinopse: Uma breve novela fantástica, escrita por um ícone da contracultura americana na década de 1960 e, pela primeira vez, publicada no Brasil. De maneira sarcástica e um tanto nonsense, Brautigan conta episódios passados em ''Eu Morte'', um lugar onde quase tudo é feito de açúcar de melancia. Com uma linguagem original e poética, o autor nos transporta para um ambiente surrealista, mas que também se assemelha ao cotidiano banal de uma pessoa comum. Uma crítica bem-humorada à mecanicidade das nossas ações.



Em Açúcar de Melancia conhecemos os vilarejos de Açúcar de Melancia e de EuMORTE e, assim como o título do livro, aparentemente tudo ali é feito de açúcar de melancia, com raras exceções. Não sabemos o nome do protagonista, pois qualquer coisa poderia seu nome. A única coisa que percebemos, logo de cara, é que ele quer que Margaret o deixe em paz.

Mas antes de nos contar o porque disso tudo, ele resolve elencar os 24 temas que abordará na narrativa do livro. Aliás, quem deu a ideia foi Charley, um mês antes de ele iniciá-lo. E nessa lista podemos ver de tudo: desde sua vida em Açúcar de Melancia até naFERVURA, um lugar e sua gangue.

Ele precisava se apressar, pois o jantar na casa de Pauline logo seria servido. E ele a adorava. Principalmente dentro daquele vestido novo, em que as curvas de seu corpo e seus seios estava acentuada. Ele gostava realmente dela. E mal via a hora de ficar a sós com ela.

Só que há um grande mistério por trás da figura de Margaret. Será que ela é desvendada até o final de Açúcar de Melancia?


Os capítulos são curtos, construídos de maneira quase infantil, sobretudo nas falas dos personagens e de nosso narrador. Às vezes algumas partes são repetidas, assim como nos diálogos com as crianças, que retomam mil vezes o mesmo assunto para se fazerem entendidas.

Além disso, o livro é dividido em três partes distintas, que nos mostram uma sequência não tão lógica assim. Ele vai e volta na história, talvez para que possamos entendê-la melhor. Confesso que isso me incomodou um pouco. Até entrar no ritmo e entender o que estava acontecendo demorou um pouco, então já estava ficando impaciente, rs.

Não encontrei erros de revisão e a diagramação é totalmente simples. A capa é o que me conquistou desde que botei meus olhinhos nela. Lindíssima! 

7 comentários

  1. Olá!
    Gostei muito da capa e do título, e a premissa, de certo modo, me chamou a atenção. Mas ainda não fiquei com aquela vontade de ler, apenas uma leve curiosidade sobre o enredo.
    Gostei muito da resenha e dos pontos que você ressaltou, deu para ter uma boa noção sobre o que esperar da obra.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem? Que capa maravilhosa, não. Apesar disso, a premissa não me chamou atenção, achei confuso e infantil, sei lá. Talvez, lendo mude de ideia, mas... que bom que você gostou, eu só leria pela capa...

    http;//porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Confesso que a capa me agrada muito desde que vi o lançamento.
    Porém, a premissa não consegue despertar minha curiosidade mesmo tendo esse mistério sobre Margaret.
    Sem contar que acho que essa repetição e a construção quase infantil talvez me incomodasse um pouco. Por enquanto não pretendo fazer a leitura.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A capa é realmente uma graça, mas eu fiquei meio confusa com a história....
    Mas as palavras Sarcásticas e Nosense me deixaram bem curiosas de ler o livro porque ADORO liros assim!
    O fato de ser uma leitura rápida também me chamo bastante atenção.

    Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas o nome é a capa são muito chamativos. Confesso que me perdi um pouco na história hahaha e acho que essas repetições, dessa forma, me incomodariam um pouco. Estou confusa, ainda não sei se leria...

    ResponderExcluir
  6. Que capa mais FOFAAAA! Dito isso, não entendi muito bem qual é a do livro mesmo, fiquem bem confusa e graças a isso, não fiquei muito tentada a ler não.
    Essas coisas de ir e vir na narrativa também me incomodam um pouco, prefiro uma coisa mais contínua rs

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    A capa é linda demais! Como eu sempre compro livros pela capa, compraria esse com toda a certeza. Porém, não sei se seria o tipo de livro que eu gostaria. Fiquei um tanto confusa (não sei se foi proposital do livro, já que você disse que também ficou).
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir