[Resenha] Diário de um Zumbi do Minecraft #9

29 janeiro 2017

Diário de um Zumbi do Minecraft #9
Infeliz aniversário
Autor: Zack Zombie
Editora: Sextante
Número de Páginas: 154
Onde comprá-lo: Amazon | Submarino


Sinopse: Faltam apenas algumas semanas para o Dia das Bruxas. Além de ser o evento preferido do zumbi, ele ainda vai completar 13 anos! Só que um “pequeno” problema pode interferir nos planos da festa de aniversário perfeita: o Apocalipse Zumbi está prestes a acontecer! Zumbi, Esquely, Slimey, Creepy e o humano Steve terão que lidar com algo realmente apavorante, que pode colocar em risco a existência de todos os mobs de Minecraft! Prepare-se para uma batalha épica, com direito a muitos gritos, perseguições, monstros com cabeças de abóbora e... BOLO! (Afinal de contas, é uma festa, né? Não pode faltar bolo.) Neste volume: o apocalipse zumbi chega à Vila Mob!

Confira a resenha dos livros anteriores:




O Dia das Bruxas se aproxima. Além de ser a data preferida em todos os anos para Zumbi, é seu aniversário. E agora ele fará treze anos. É claro que não há tanta diferença assim... só o aumento de um real em sua mesada (que agora será de incríveis treze reais – dá para comprar bolo, pelo menos, rs) e poderá trabalhar. A ideia de poder ganhar seu próprio dinheiro deixa ele extasiado e ele pensa em tudo o que poderá ter depois que começar.

No ano anterior, o tema de sua festa foi Meu Pequeno Pônei Zumbi. E foi um tédio imenso. Para evitar a chatisse, ele pensa, quebra a cabeça, imaginando qual seria um tema realmente assustador. E é quando ele tem a melhor ideia de toda sua vida (e eu finalmente voltei a me empolgar com a leitura da série Diário de um Zumbi do Minecraft): Harry Potter. Ok que pra gente não tem nada de assustador, mas cara, até eu queria participar da comemoração *-*.

Mas voltando ao foco... O dia-a-dia na escola seguiu o padrão dos anos anteriores. Mas uma das aulas mais legais que ele teve foi quando foram a uma exposição que mostrava tudo sobre o Dia das Bruxas, inclusive fatos importantes sobre o último Apocalipse Zumbi... fatos que ele mal imaginaria que seriam tão importantes mais para frente.

Zumbi não para de pensar em sua festa de aniversário, deixando todas as evidências passarem despercebidas. Ele só pensava em convidar a escola toda e manter seus pais e irmão longe o suficiente enquanto os meninos mais descolados estivessem por ali. Sua namorada, Sally, infelizmente não estaria presente (e é aqui que ela joga toda a verdade sobre Crepúsculo em pratos limpos: Jacob é um lobisomem dramático, que se apaixona pela namorada do vampiro Edward).

E assim os dias vão passando. As casas começam a ser enfeitadas para o Dia das Bruxas, com cenários humanos e até um palhaço (e descobrimos que até Zumbi tem medo deles, rs). Um filme sobre Apocalipse Zumbi é passado aos alunos da Escola, alguns habitantes dali estão sumindo... Tudo anda muito estranho, mas ao mesmo tempo que todos estão com medo, eles acreditam que isso não pode acontecer.

Será que realmente haverá um novo Apocalipse Zumbi?


O nono livro da série Diário de um Zumbi do Minecraft veio para reconquistar minha atenção, que há alguns livros atrás já havia sido perdida. Além disso, ele é o maior de todos lançados até hoje, com pouco mais de cento e cinquenta páginas.

Gostei do amadurecimento de Zumbi, visto que agora ele já fará/tem treze anos, então é bacana ver que seu pensamento, sua mentalidade já está a frente de tudo o que ele é obrigado a ver, principalmente com relação às suas amizades. Mesmo querendo fazer parte dos populares, ele não pode deixar para trás aqueles que conhece e confia há tantos anos. 

Um ponto um pouco irritante foi ver ele se preocupando tanto com algo fútil (sua festa de aniversário) e deixando de lado indícios de que algo de muito ruim estava se aproximando. Zumbi foi extremamente egoísta e, em contrapartida com tudo que disse anteriormente, ele foi intensamente infantil, motivo pelo qual não dei nota máxima à leitura.

A diagramação interna seguiu o padrão dos livros anteriores, com alguns desenhos dentro da narrativa, com fonte ótima para leitura. A capa também seguiu o mesmo molde dos demais. 





11 comentários

  1. Olá Pamela, como vai?
    Nunca tinha visto uma resenha sobre essa história, é bem diferente mas bem infantil também né?! Gostei bastante de sua resenha.
    Fiquei interessada em como ele se tornou um zumbi levando em conta que ele é uma criança? Que estranho isso não?
    Resenha bem feita mas não leria. Indicarei esse livro para as minhas sobrinhas, acho que elas vão gostar.
    Beijo
    https://qadulta.blogspot.com.br/2017/02/serie-santa-clarita-diet.html

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Confesso que já vi essa série em algumas livrarias, mas não sabia do que se tratava. Não me interessei muito, mas é porque não faço parte do público alvo.
    De qualquer forma, gostei da sua resenha e achei que você apresentou bem o livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Gente, essa coleção tem nove lirvos? Eu não sabia que era uma coleção, na verdade... Enfim, nunca fui muito fã, mas acompanhei distante o sucesso que fazia com o público infanto-juvenil principalmente e fiquei feliz por eles estarem lendo mais devido a diario de um zumbi. O fato do protagonista ter um crescimento durante as histórias me deixou bastante curiosa, eu gosto desse deslanche de escrita, é bastante inteligente!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. É a primeira vez que vejo uma resenha dessa série, e me surpreendi porque sempre achei que era apenas uma narração do jogo (ou é mesmo?) e não tinha um história pra ser contada. Achei super interessante mesmo sendo um livro voltado para crianças. Você falou na resenha que ficou chateada com o egoísmo do Zumbi em apenas pensar nele mesmo e na sua festa, mas será se não era exatamente isso que o livro também queria passar? Que em algumas situações apenas pensamos em nós mesmo e não damos atenção para o que está acontecendo ao nosso redor? Pode ser que eu esteja penas delirando, mas pode ser que eu esteja certa hahaha
    Adorei a resenha.
    Beijos.
    http://www.livrofilia.com/

    ResponderExcluir
  5. OOi!
    Meninaa, não tinha nenhum interesse em ler a série; até porque, achava que era algo sobre games. hahah Sua resenha despertou meu interesse. Parece ser um livro até divertido!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Pamela, essa série parece ser uma leitura bem divertida e rápida já que os livros tem poucas páginas *-* Quando tiver um tempinho pretendo lê-la.

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  7. Quero muito ler essa série, mas são tantos livros. ):
    Adoro esse tipo de história e narrativa. Deve ser uma leitura bem divertida e leve, ainda vou ler a série completa.
    Que bom que conforme os volumes é perceptível ver o amadurecimento do personagem!
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Não é o meu tipo de livro, mas gostei da resenha. Acho que a codificação, conforme você mostrou, é muito agradável para pessoas mais jovens.
    Adorei a resenha e as fotos.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou tanto meu interesse, por isso irei pular a dica, mas confesso pra tu que achei a edição tão fofinha e linda, ótima resenha!
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  10. Eu comecei a ler os primeiros e achei bem divertido, mesmo não entendendo nada de minecraft....
    Parece que o livro continua divertido, e que bom que o zumbi amadurece - mesmo que não tanto Ja que se preocupa demaiscom seu aniversário... mas com 13 anos, eu tbm me preocupava com isso...rs
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  11. Oie tudo bem?
    Já tinha ouvido falar dessa série mas nunca li sabe, sempre me pareceu ser mais infantil sei lá as aparências podem enganar né
    Por enquanto ainda não tenho tanto interesse em ler.
    Gostei pakas da resenha, achei bem objetiva.
    Beijos

    ResponderExcluir