[Resenha] As mais belas histórias da Antiguidade Clássica - Volume 01

23 outubro 2015

As mais belas histórias da Antiguidade Clássica – Volume 1
Metamorfoses e Mitos Menores
Autor: Gustav Schwab
Editora: Paz e Terra
Número de Páginas: 336
Sinopse: Uma obra que oferece ao leitor, em três volumes, uma ampla coletânea dos mitos gregos e romanos em versão romanceada. [...] No primeiro volume estão reunidos “Metamorfoses e mitos menores”, a começar pelo mito de Prometeu, o mito hesiódico das gerações humanas e os relativos às origens das tribos gregas. Além destes, as histórias dos argonautas, de Héracles e os heraclidas, Teseu, Édipo e a guerra de Tebas.

Quando a gente pôde escolher os primeiros livros da parceria com os selos clássicos do Grupo Editorial Record, bateu aquela dúvida crucial. Eram tantos títulos bons, mas infelizmente só três poderiam ter um lugarzinho em minha estante. Hoje vou contar um pouco mais sobre o último da primeira leva. Escolhi As mais belas histórias da Antiguidade Clássica por ser fascinada por História – a matéria, em si – e, principalmente, por lendas e mitos, sejam nacionais ou que fazem parte da memória do mundo e do planeta.

Gustav Schwab reuniu os mais famosos enredos de todos os tempos, como os argonautas e Édipo. E através de uma linguagem mais próxima com a que nós usamos diariamente, ele conta fatos históricos e, inclusive, curiosidades sobre cada um dos temas.

O único problema é: se você não está acostumado com nomes diferentes e em grande quantidade, com certeza ficará meio perdido e voltará o texto milhões de vezes até se encontrar. Mas persista, porque vale muito a pena!

Metamorfoses e mitos menores, assim como os outros dois volumes da trilogia, servem principalmente como base para estudiosos da Antiguidade, para quem deseja saber um pouco mais e construir suas próprias teses, ou para aqueles que querem apenas descobrir as curiosidades que já tinham sobre o assunto – o que foi completamente o meu caso, rs.


A capa é simples, assim como a diagramação interna, que seguiu o padrão da editora. Não observei nenhum erro de revisão \o/. 

Nenhum comentário

Postar um comentário