[Resenha] A Lista

08 janeiro 2016

A Lista
Autora: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 384
Você pode adquiri-lo: Amazon | Submarino

Sinopse: Kitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente. Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira. Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas. 

A Lista vai abordar algo deixado por Constance e a busca incessante de Kitty por respostas. Talvez essa seja a melhor maneira dela se reerguer, após ver sua vida decair a cada dia.


Constance deixou uma lista com cem nomes, mas antes que pudesse explicar à Kitty o que aquilo tudo significava, acabou falecendo. A jovem tem apenas duas semanas para desvendar o enigma e descobrir o porque aquilo era tão importante na vida de sua melhor amiga. E como aquilo mudaria a sua própria vida.

Eu conhecia a Cecelia apenas pelo filme PS: Eu te amo. Amei ele, mas senti que se fosse ler, não iria conseguir engolir a maneira com a qual tudo aconteceu na vida dos protagonistas. Mas mesmo assim não pensei duas vezes em solicitar A Lista. Embora tenha demora um bocado até resenhá-lo, posso dizer que pensava que seria mais, por conta de toda aclamação que lhe é dada.

Foram tantas informações, muitas vezes insignificantes, que acabou me atrapalhando durante o entendimento do enredo. Além disso, algumas pontas ficaram soltas. Não sei se ela pensa em compensar em algum outro, só Deus sabe. O finalzinho até que dá uma emoção, mas aí já era tarde, rs.

A capa é lindíssima, a diagramação interna também, embora simples, no padrão dos outros livros da editora. Não encontrei erros de revisão \o/.

Talvez pensemos que somos pessoas comuns, que nossa vida é entediante porque não estamos fazendo nada de extraordinário nem estampando capas de jornais, tampouco suas manchetes, nem ganhando prêmios memoráveis. Mas a verdade é que todos nós fazemos coisas fascinantes, admiráveis e das quais deveríamos sentir orgulho.

Nenhum comentário

Postar um comentário