[Abandonei] Um Passeio no Jardim da Vingança

05 dezembro 2016

Um Passeio no Jardim da Vingança
Autor: Daniel Nonohay
Numeros de páginas: 301
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Onde comprá-lo: Amazon | Submarino

Sinopse:  Seja bem-vindo ao nosso futuro! As grandes cidades convivem com a divisão entre as “zonas vigiadas” e suas periferias. O uso de drogas e medicamentos é disseminado, sendo controlado por laboratórios. Implantes cibernéticos são uma realidade, aumentando capacidades e aptidões, como a de memória, para aqueles que conseguem arcar com os custos. Religiões e grupos terroristas alimentam-se do descontentamento e das diferenças sociais. Venha acompanhar a história de Ramiro, um advogado que perdeu o prazer de viver. Depois de quase ser morto, tenta retomar a rotina profissional e dar sentido ao que restou da sua vida. Em litígio com os sócios do escritório, parte como caçador em busca de uma vingança que o acabará transformando em caça. Perseguido, doente e sem recursos, a sobrevivência de Ramiro dependerá da sua capacidade de improvisação, do seu conhecimento de sistemas de dados e das aptidões adquiridas com dois implantes cerebrais, que lhe permitem acesso à “rede” e aumentam a sua memória. Um Passeio no Jardim da Vingança é um suspense denso, com personagens marcantes e amorais, que dão à narrativa múltiplos pontos de vista e linhas cronológicas, e onde a ficção científica é um pano de fundo para uma história na qual o personagem principal é a natureza humana.



Antes de tudo, quero dizer que, sim, eu Bruna(vulgo Brubs) estou de volta, até onde a faculdade permitir, é lógico.

Esse livro a Pamela me ofereceu e quando eu li a sinopse e dei uma pesquisadinha no Google, achei bastante interessante. Recebi o livro mas não o li de cara, pois estava com trocentos trabalhos da faculdade para apresentar e logo menos as provam iriam aparecer... Graças a Deus, passei em todas as matérias e, lógico, comecei a leitura do livro, antes que a Pamela arrancasse meu couro 

Leitura vai, leitura vem e nada de eu me achar nela. Não consegui entrar no ritmo. Parei a leitura, iniciei outro livro mais leve, voltei para esse livro novamente e nada de conseguir entrar na leitura. Acabei, infelizmente, abandonando...


Deixo aqui bem claro que o livro não é ruim, mas confesso que achei bem arrastada a leitura, o que me incomodou bastante. Não sei se a pegada do livro é assim ou eu que não estava no momento de ler esse tipo de livro. Não peguei muito bem do que se trata o livro, mas devo dizer que leitores que gostam de tecnologia e distopia vão adorá-lo. Pode ser que eu tente ler de novo (ou não), mas se alguém tiver curiosidade: vá em frente.

Você pode acompanhar o trabalho do autor através de seu site: 
http://www.danielnonohay.com.br/

Um comentário

  1. De repente é só o momento mesmo. Eu comecei a ler o livro essa semana e estou adorando!

    ResponderExcluir