[Resenha] Depois daquela montanha

18 fevereiro 2017

Depois daquela montanha
Autores: Charles Martin
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 304
Onde comprá-lo: Amazon | Submarino



Sinopse: O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo. Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida. Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada. Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas. Publicado em mais de dez países, Depois Daquela Montanha chegará às telas de cinema em 2017, com Kate Winslet (de Titanic) e Idris Elba (de Mandela) escalados para os papéis principais de uma história que vai reafirmar sua crença na vida e no poder do amor.

O que me chamou a atenção logo de início foi a capa. Com certo mistério e beleza, ele acabou despertando minha curiosidade para a história, e a sinopse só aumentou minha vontade de ler.

Conhecemos Ben Payne, médico  que está esperando um avião. Além dele, conhecemos também Ashley, uma jornalista que está prestes a se casar e que está aguardando o mesmo voo. Mas ele será cancelado, deixando os dois no aeroporto e, com isso, acabam se conhecendo.

Depois de um tempo, Ben consegue arrumar um avião particular para seguir a viagem e convida Ashley para ir junto. Como ela já está um pouco atrasada para seu ensaio de casamento, decide ir, visto que Ben é uma boa companhia também.

O avião acaba, infelizmente, caindo em uma reserva florestal, o que deixa os dois isolados no meio do nada. O piloto acaba falecendo e os dois, em meio à essa situação, ainda não tem noção dos fatos.

Com a queda, Ashley deslocou o ombro e quebrou a perna. Já o doutor quebrou algumas costelas. Como únicos sobreviventes, além do cachorro do piloto, agora eles são companhia um para o outro.

Os dois são pessoas fortes, cada um com seu ponto de vista: ele com sua sabedoria médica e ela com a força pela vida. Ambos tem motivos de sobra para voltar para casa e lutam diariamente por isso.

Gostei bastante do livro, mesmo que algumas coisas que aconteciam eu já havia imaginado, tornando-se previsível, mas mesmo assim ele deixou uma lição que vale a pena refletir: Não somos nada. diante de um choque desses a frescura vai embora, comemos e bebemos o que encontrar pela frente para sobrevivermos.


O trabalho da editora é lindo e impecável, diagramação boa para leitura e sem erros de revisão.

7 comentários

  1. A história em si não me chamou muito a atenção. Mas vi ali que vai sair um filme, talvez eu veja. Se gostar, posso partir para o livro :D

    ResponderExcluir
  2. Olá Mari, tudo bem?
    Eu amei a premissa desse livro. Apesar de ser uma história que a gente vai prevendo o que vai acontecer me parece uma leitura agradável. Amei a sua dica e resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Achei a resenha interessante, gostei muito! Parabéns, o livro me pareceu bem interessante também!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ola, tudo bem?
    Achei a premissa do livro muito interessante, só não entendi a parte de como ela vai curar o coração dele se ele teve um ataque cardíaco? Mas só lendo para descobrir!
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari! Também achei algumas coisas nesse livro bem previsíveis, mas com certeza valeu a leitura mesmo assim pelas lições que ele proporciona. Não consigo nem imaginar como eu reagiria a uma situação dessas. A capa também foi a primeira coisa que chamou minha atenção, linda demais!

    ResponderExcluir
  6. Oie
    apesar de ser previsível, fiquei bem curiosa pela leitura e espero poder ler em breve pois vi várias resenhas super elogiando e que me deixaram muito ansiosa para poder ler, adorei a sua

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Confesso que o livro é um pouco previsível, com exceção do final né? Tenho que te dizer que esse foi um dos melhores livros que li nos últimos meses. Espero que o filme seja tão emocionante quanto!
    Beijo.

    ResponderExcluir