[Resenha] F*uck Love


Acho que demorei mais do que deveria para ler F*ck Love. Sério. A sinopse não mente na última linha quando diz “Se você não quer se viciar, não leia a primeira página”, porque eu comecei a ler umas 23 horas e só fui dormir às 3, depois de absorver cada detalhe com atenção.

Neste livro da Tarryn Fisher, escrito em dois mil e quinze e publicado pela Faro em dois mil e dezessete, o primeiro depois da trilogia Amor & Mentiras, encontramos a história de Helena Marie Conway, uma jovem no auge dos seus vinte e poucos anos, que namora Neil há vários anos. Claro que o romance não está lá aquelas coisas nos últimos tempos, mas é com ele que ela planeja se casar e constituir uma família. Ou pelo menos pensava que seria assim. Ao mesmo tempo que somos apresentados à nossa protagonista e narradora da história, conhecemos Kit Isley. Ele namora com Della, a melhor amiga de Helena e, sem sombra de dúvidas, ele não tem nada a ver com os gostos dela. 

Logo de cara nos deparamos com os dois em um bar e Kit está se declarando para ela. No momento seguinte, é como se ela vivesse um pesadelo. Eles estão juntos. Ela tem um filho com Neil e estão separados há alguns anos. Mas ela também tem uma menininha, fruto de um amor até então desconhecido por Kit. Claro que ela não acredita que aquilo está acontecendo e que estava dentro de um sonho. O capítulo está acabando e não sabemos se aquilo é verdade ou não. Claro que não era, rs. Mas com o passar do tempo, ela se vê presa nesse sonho, pois tudo começa a se tornar realidade. Talvez não da forma com a qual ela tenha visto nele, mas de algum jeito está tudo se conectando.

O grande problema é que Helena não quer acabar com uma amizade de anos, tampouco com um relacionamento que tem o tempo equivalente. Será que ela vai conseguir viver sua vida normalmente depois de ter passado por uma experiência que vai além do que podemos imaginar?


Eu estou chocada em como uma história me prendeu da primeira linha até a última. Realmente ela é tudo aquilo que já tinha ouvido falar em eventos, resenhas de outros blogs... Paguei para ver, mas não me arrependo nem por um minuto. 

Além disso, a diagramação do livro está maravilhosa. Ela é simples em sua maioria, só há um enfeite no início dos capítulos que, inclusive, são relativamente curtos, então a leitura flui de forma ainda mais rápida. Encontrei alguns poucos erros de revisão, mas nada que atrapalhe a leitura. 

Outro ponto super bacana são as menções à Harry Potter que Tarryn faz a todo momento. Eu fiquei doidinha quando vi a primeira, e mais ainda depois de saber que não era a única. Ela usa a todo momento, e ainda coloca umas notas de rodapé, explicando tudo direitinho. E sim, Helena, tu é da Sonserina que nem eu, bicha má, hahaha. 

Gente, eu não tenho muito mais o que falar. Só dou a dica maravilhosa de: LEIAM!



F*uck Love
Autora: Tarryn Fisher
Editora: Faro Editorial
Número de Páginas: 288
Onde comprá-lo: Amazon



Sinopse: Helena Conway se apaixonou. Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo. Kit Isley é o oposto dela – desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito... se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga. Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e penas nos outros. Mas ela não o faz... “Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio; sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente.” Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela, todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas. Se você não quer se viciar, não leia a primeira página.

6 comentários

  1. Oi Pâmela!
    Sou muito suspeito pra falar porque adoro a escrita da Tarryn.
    A trilogia Amor e Mentiras é sensacional e a forma como ela cria personagens que têm culpa no cartório é demais kkkkkkkkkk
    F*ck Love entregou uma história bem diferente do que eu imaginava,mas que acaba prendendo a gente até a última página mesmo.Espero que venham outros livros da autora pra cá!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Não dava nada por esse livro quando vi na livraria.
    Pelo visto vou me arrepender de não ter comprado.
    Curioso esse sonho dela que aos poucos esta se realizando.
    Torcendo aqui para que ela consiga mudar, mas só saberei mesmo lendo...
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Tenho bastante vontade de ler algo dessa autora, mas ainda não consegui. Porém Fuck Love não parece ser meu estilo, não curto isso de uma gostar do namorado da outra.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  4. Que demais essa resenha menina, tenho uma amiga que amou a obra e definitivamente parece ser uma leitura bem prazerosa para quem avalia e curte livros assim. Suas fotos ficaram incríveis!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Bom, não sei se estou errada, mas senti cheiro de triângulo no ar, já que o sonho começa a acontecer... Rs... Como não curto, vou deixar passar a dica, mesmo que a leitura tenha te agradado tanto assim.

    ResponderExcluir
  6. Oiii
    Eu também adorei essa leitura! Gostei muito do modo como a autora trabalhou as atitudes de Helena. Até me identifiquei com algumas delas, o que pode não se tão bom!
    hahahaha!
    Bjus

    ResponderExcluir