[Resenha] O Garoto do Cachecol Vermelho

O garoto do cachecol vermelho
Autora: Ana Beatriz Brandão
Editora: Verus
Número de Páginas: 294
Onde comprá-lo: Amazon

Sinopse: Uma história comovente, recheada de drama, suspense e romance. Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho... Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.

Sempre que vejo um livro de um autor ou autora nacional, minhas expectativas sempre são altas e em O garoto do cachecol vermelho não poderia ser diferente. Primeiro porque julguei o livro pela capa sim, pensei que tamanho capricho devia ter por trás uma boa história (no mínimo). E minha intuição não falhou.


Nele conhecemos a história de Mel, uma jovem  bailarina talentosa, mas que convive com a distância da mãe, que vive para o trabalho e para que não falte nada a ela, mas que a deixa sem sua companhia, tornando assim a relação das duas um tanto fria e distante.

Como ela tem tudo que o dinheiro pode dar, ela ser torna uma garota muito mimada. Suas amizades são superficiais e até seu namoro é de fachada. Ela de fato não tem nada que possa envolver outra pessoa. Seu único sonho, que ela tem e batalha desde cedo, é ser aceita em uma das melhoras escolas de dança, a Jullierd.

Até que surge em seu caminho Daniel. Ele, que por sua vez, é o oposto de Mel, tem amigos verdadeiros, o amor e a proximidade de sua família e vive sorrindo. Mesmo que algo o desagrade, ele tenta sempre melhorar o dia das pessoas próximas a ele.

Quando ele conheceu Mel, consegue enxergar além das aparências. Além de uma garota arrogante e mimada ele viu um ser dentro dela que ainda não havia tido a oportunidade de ser mostrado ao mundo, tanto é que resolve transformar a vida dela, um tremendo desafio que terá pelos próximos dias.

Ela não curte nem um pouco essa proximidade, mas a cada dia que ele ensina algo novo para ela, vai clareando sua visão para o verdadeiro jeito de ser feliz, construindo um laço que até então era desconhecido para ela. Todos os dias eles se encontram e um misto de sentimentos vai surgindo, deixando-a um tanto confusa.

Mel é uma personagem que deixa o leitor um tanto irritado, com seus preconceitos e teimosias, mas no decorrer da história vemos que essa era uma capa que ela colocou ao redor de si, em certos momentos como se fosse uma armadura para sua proteção.

A evolução dela é emocionante. Em determinados momentos, mergulhamos na história, tornando tudo tão real e palpável... Ela passa por várias provações e vai se tornando o ser que Daniel viu antes de todos, uma verdadeira lição de vida.

É uma história em suma previsível, mas com aquelas surpresas no decorrer da leitura, que agrada o leitor. Então, para aqueles que gostam de livros nesse estilo, é um prato cheio.

Como mencionei no início, me encantei com a capa, o trabalho gráfico perfeito, diagramação ótima para leitura, revisão impecável, sem erros encontrados.


Nenhum comentário